blonde

demorou quatro anos para lançar um disco de inéditas depois do clássico ChannelOrange. Agora o músico surpreendeu todo mundo lançado não um, mas DOIS discos autorais inéditos. Depois de divulgar o álbum visual Endless na sexta passada (ouça aqui) ele lançou no sábado (20), Blonde.

O disco foi lançado com exclusividade na Apple Music e no iTunes. Ainda que esteja escrito “Blond” na capa, o álbum chama-se Blonde. A foto na capa é assinada por Wolfgang Tillmans. O disco originalmente se chamaria Boys Don’t Cry, que acabou sendo apenas o nome da revista produzida especialmente para estes dois lançamentos. A publicação foi distribuída gratuitamente apenas em quatro locais em Los Angeles, Nova York, Chicago e Londres e não há informações de que será vendida em larga escala ou pela internet.

A revista traz longas entrevistas com nomes como Lil B, Katonya Breaux, além da mãe de Ocean. Traz ainda participações de Tyrone Lebon, Tom Sachs e Kanye West. Traz ainda poemas escritos por Frank Ocean, muitos ensaios fotográficos e artigos.

Entre as participações creditadas em Blonde estão Kendrick Lamar, André 3000, Jamie xx, Brian Eno, Pharrell Williams, Elliott Smith, Beyoncé e até David Bowie.

Depois de quatro anos Frank Ocean consegue atrair atenção para um lançamento que adiciona ainda mais gás às inovações nos lançamentos de discos. O músico tomou a indústria fonográfica de assalto ao produzir dois álbuns simultâneos (um deles “Visual”, ou seja, acompanhado de vídeos originais) e uma publicação exclusiva. São estratégias que colocam Ocean na vanguarda do pop atual, ao menos no que diz respeito aos modos de distribuição.

Ocean publicou em seu Tumblr um texto sobre a produção desses trabalhos. “Eu tive o melhor momento da minha vida fazendo tudo isso. Obrigado a todos vocês. Especialmente àqueles que nunca me deixaram esquecer que eu tinha que terminar isso, o que significou basicamente cada um de vocês. Haha. Amo vocês”.

Veja o clipe de “Nikes”, uma das faixas de Blonde.

E aqui o disco completo.

Aqui mais sobre a revista “Boys Don’t Cry”:

https://twitter.com/speriod/status/767136382091456518

Sem mais artigos