Todas as fotos: Divulgação
Todas as fotos: Divulgação

Artista traz imagens, videoinstalação e performance para a exposição Feira da Quinta, no Recife

Quem chegar na Torre Malakoff, no Recife Antigo, vai descobrir uma exposição um tanto estranha, sem aquele distanciamento solene que muitas vezes encontramos em galerias e museus. O artista plástico pernambucano e músico Iezu Kaeru montou uma verdadeira feira na sala Alcir Lacerda localizada na Torre.

Feira da Quinta é uma exposição com mais de 50 fotografias, em diferentes formatos, além de uma instalação multimídia que reproduz sonoridades captadas e vídeos produzidos nas feiras. A instalação ocupa os dois ambientes da sala Alcir Lacerda com folhas secas no chão, barracas, carro de mão, bicicleta de carga, tudo para reproduzir o caos, o cheiro, o barulho e o buchicho que fazem parte desses lugares.

A ideia da exposição veio depois que Kaeru visitou a feira de Garanhuns durante a madrugada, em 2011. “Vi cenas envoltas em neblina, uma imagem muito forte, quase mística daquele universo. Peguei minha câmera e com aquela foto veioa inspiração para tudo”, diz em entrevista à Revista O Grito!, por telefone.

iezu3

As imagens da exposição vieram de feiras livres de vários lugares do Brasil, especialmente da Feira da Quinta, em Garanhuns, Feira de Beberibe e Mercado de São José, no Recife. “Nesse tempo, virei quase um feirante, vivendo o dia a dia do pessoal, conhecendo o modo como vivem ao mesmo tempo em que registrava tudo”. Na mostra, os feirantes se tornaram coautores da arte de Iezu. “Pra mim, falar de fotografia é falar de relacionamento. Meu trabalho tem interesse nessa interação e faz com que as pessoas participem da concepção da imagem. Agora mesmo, o pessoal da feira está aqui comigo montando tudo”, explica.

A exposição começa nesta quinta e vai até o dia 30 de julho, na Torre Malakoff. A visitação acontece de terça a sexta, das 10h às 18h; sábados, das 15h às 18h e domingos, das 15h às 19h. A entrada é gratuita.

Iezu Kaeru também é músico (Embuás, Barbis...) e fez curtas. Foto: Reprodução via Facebook
Iezu Kaeru também é músico (Embuás, Barbis…) e fez curtas. Foto: Reprodução via Facebook

Memória da Pedra
No mesmo dia da abertura da Feira da Quinta, Iezu Kaeru lança o livro Memória da Pedra, que marca o fim da exposição de mesmo nome. O catálogo conta com todas as imagens que fizeram parte da mostra e mais trabalhos que ficaram de fora. E ainda textos assinados pelo curador Ricardo Peixoto; por Lourenço Mutarelli (desenhista e escritor) e Fernando Duarte (artista e secretário de cultura do Governo de Pernambuco), além de texto do próprio Iezu.

iezu5

Você já conhece Iezu
Conhecido hoje por seu trabalho em artes plásticas e performance, Iezu Kaeru tem trabalhos no cinema, fotografia e música. É dele a trilha sonora do filme Um Lugar Ao Sol, de Gabriel Mascaro. Também coleciona passagens por bandas locais, como Embuás, Pouca Chinfra, Backing Ball Cats Barbis Vocals, Combo Recife de Improviso, Anjo Gabriel, Sabiá Sensível, Paes e Poruu. Como cineasta, dirigiu os curtas De Pé em Pé e O Olho da Avestruz.

iezu6

iezu4

iezu

Leia Mais
Noite das Ideias acontece pela primeira vez no Recife