Graphic Novel E o Mar Me Trouxe Até Aqui arrecada recursos para ser publicada

Projeto dos artistas Phellip Willian e Eduardo Ribas terá 120 páginas e formato próximo de mangá

HQ conta história de um menino perdido no mar. (Divulgação).

Os artistas Phellip Willian e Eduardo Ribas dividem a autoria da graphic novel E o Mar Me Trouxe Até Aqui que narra a aventura de um menino perdido no oceano. Sem memórias, sem saber para onde ir, o personagem encara desafios e encontra pessoas e animais que somente o mar proporciona. Para financiar a publicação da obra, os autores abriram uma campanha coletiva que objetiva arrecadar R$15 mil reais até o dia 9 de setembro.

Para Eduardo, responsável pelo desenho e cor, a produção de um quadrinho mais metafórico e sugestivo tem sido um desafio. E para Phellipe a experiência é a explanação de uma imaginação sua. “A ideia do quadrinho surgiu depois de uma sessão de terapia minha. Descrevendo o quanto me esforço com trabalhos desde os 15 anos, eu me imaginei perdido no mar, tendo que nadar incessantemente, enquanto tinha esperança de um dia poder tirar férias, descansar ou mesmo me sentir satisfeito. Esta imagem ficou presa em minha cabeça, até que virou uma frase solta no Twitter. O Edu gostou da frase e propôs uma parceria, resultando no gibi que agora lançamos juntos”, contou Phellip, roteirista da HQ.

Os interessados podem, com incentivos a partir de R$15, receber o novo livro impresso, em PDF, além de Wallpaper para desktop e para celular. E o Mar Me Trouxe Até Aqui terá um formato próximo de mangá (16×23), com miolo em Polen Bold e capa cartonada, e contará com 120 páginas em preto e branco. A campanha de arrecadação está disponível no Catarse.

Leia Mais
Dramón lança o disco C É U S explorando a sinestesia na escuridão e luz