Foto: Reprodução.
Foto: Reprodução.

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho de Daniel Ribeiro foi a escolha do Brasil para representar o Oscar na categoria de melhor filme estrangeiro. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (18) pela ministra da Cultura, Marta Suplicy na Cinemateca Brasileira em São Paulo (SP). Ao todo, 18 longas-metragens disputaram a indicação. Dos vinte filmes inscritos, dois (Faroeste Caboclo e A Coleção Invisível) não puderam concorrer por terem estreado antes da data limite estipulada pela Academia.

Os últimos filmes que representaram o Brasil na seleção aos indicados a melhor filme em língua estrangeira foram O Som ao Redor, de Kleber Mendonça Filho (2014); O Palhaço, de Selton Mello (2013); Tropa de Elite 2: o Inimigo agora é o Outro, de José Padilha (2012); Lula, o filho do Brasil, de Fábio Barreto (2011) e Salve Geral, de Sérgio Rezende (2010).

Hoje Eu Não Quero Voltar Sozinho é uma evolução do curta Eu Não Quero Voltar Sozinho (2010). A trama mostra a delicada relação de dois garotos do ensino médio, um deles cego. O longa ganhou diversos prêmios, grande parte em festivais voltados para a temática LGBT e foi bastante elogiado pela crítica. Atualmente é possível assisti-lo em plataformas de streaming como o Now e Telecine Play e em DVD. [Via EBC]

hoje

Leia Mais
Crítica: Duna tira sua força da experiência do cinema