holy

Holy Terror – Terror Sagrado é a obra mais controversa de Frank Miller. Bastante influenciado pelos acontecimentos do 11 de Setembro, ele escreveu e desenhou esta HQ que mostra toda sua raiva aos fanáticos suicidas que mataram milhares de pessoas em Nova York.

O problema é que muitos viram uma leitura inflamada por parte do autor, que acabou estereotipando o povo islâmico. Em fóruns e resenhas em sites especializados, o debate era que o quadrinista autor de Sin City tinha criado uma obra anti-Islã. Na trama da HQ, uma ameaça aparece na cidade de Empire City e o herói Censor precisar salvar a cidade de um exército de fanáticos. No meio disso tudo, muita violência e morte a cada página.

Fora toda a questão política que envolveu a HQ, a crítica não curtiu muito a narrativa de Miller, nem mesmo seu estilo mais rasurado, como se desenhasse com raiva. É bom ver que a Panini resistiu a qualquer polêmica e lançou a obra por aqui – assim todo mundo que quiser poderá pagar e tirar as próprias conclusões.

Holy Terror – Terror Sagrado tem capa dura, formato 30,5 x 23 cm, 120 páginas, papel couché e vai custar R$ 52,00.

Leia Mais
Antologia em quadrinhos Ragu está de volta com a presença de mais de 40 artistas