Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.

O selo Galera Record, da editora Record lança este mês uma das HQs mais elogiadas nos últimos tempos na França, onde foi publicada originalmente. Trata-se de Olympe de Gouges, que conta a história de Marie Gouze, mãe e viúva que se inspirou nas ideias libertárias de Rousseau para redigir em 1791 a Declaração dos Direitos da Mulher e da Cidadã, reivindicando a igualdade entre os sexos e o direito ao voto.

Leia Mais
As críticas de quadrinhos lançados no Brasil

A HQ foi escrita e desenhada por José-Louis Bocquet e Catel Muller, autores da elogiada HQ Kiki de Montparnasse, o que mostra a tendência da dupla em contar histórias de mulheres que desafiaram as convenções de seu tempo.

Olympe nasceu em 1748 como Marie Gouze e foi criada de acordo com os costumes do século 18, onde as mulheres estavam presas a um rígido código de conduta e tinham pouca ou quase nenhuma voz. Após ficar viúva aos 18 anos, ela se muda de Montauban para Paris onde adota o apelido que a fez famosa.

Ela passa então a dedicar sua vida a defender ideais libertários e feministas, o que foi um verdadeiro escândalo para a época. Pelo seu ímpeto em garantir mais direitos para as mulheres, ela acaba se tornando um dos personagens mais importantes – mas não muito lembrado – da Revolução Francesa.

Olympe de Gouges tem 488 páginas e custa R$ 88,00.

Foto: Divulgação/Record.
Foto: Divulgação/Record.
Leia Mais
Neal Adams, lenda dos quadrinhos de super-herói, morre aos 80 anos