A história real da sul-coreana Ok-sun Lee é contada na HQ , de , uma obra delicada e anti-bélica que acaba de ganhar edição pelo Pipoca & Nanquim.

Vendida pela própria família na infância e forçada à escravidão sexual pelo Exército Imperial Japonês, a história da jovem foi semelhante a de várias mulheres que foram capturadas para servir aos soldados nas chamadas “casas de conforto”, espalhadas pela China e por territórios ocupados pelo Japão durante a Segunda Guerra Sino-Japonesa e a Segunda Guerra Mundial.

Ok-sun Lee, hoje com mais de 90 anos, se tornou uma importante ativista pela indenização das “mulheres de conforto”, e é por meio de seus relatos à autora Keum Suk Gendry-Kim que acompanhamos sua triste história de vida. A HQ recebeu diversos prêmios desde que foi lançada na Coreia do Sul em 2017.

A edição da editora Pipoca & Nanquim, traduzida diretamente do coreano por Jae Hyung Woo, tem 492 páginas, custa R$ 55,90 e chega às livrarias e comic-shops dia 21 de julho.

Veja o preview:

Leia Mais
Mulheres Atrás das Câmeras, livro de Luiza Lusvarghi sobre cineastas brasileiras, está indicado ao Prêmio Jabuti