Movimentando a cena do rock autoral brasileiro, a Índigos acaba de divulgar “”. A faixa, que chega acompanhada de videoclipe, faz parte do terceiro disco da banda, , previsto para sair em agosto.

“Essa é uma valsa com tom intimista e, ao mesmo tempo, muita atitude. Falar sobre medo, naturalmente, requer momentos de extrema tensão e angústia. Mas, não só. Confrontamos essas sensações com toques de calma e libertação. Acreditamos nessa narrativa de que, apesar do medo, é preciso sempre seguir em frente, transcender e ir além”, explicam os integrantes Marcelo Escobar (voz e baixo elétrico), Beto Gebhard (voz, violão e guitarra) e Alberto Whyte (baterista).

Para a versão audiovisual, com pouco mais de 5 minutos, depoimentos de amigos e fãs retratam expressões reais de quem reflete e fala sobre os seus próprios temores. A voz. O olhar. O rosto. Do outro lado, autoconhecimento e busca da força interna são representados por um mestre de artes marciais. “Vale ressaltar que a ideia, captação e edição desse material é completamente nossa. Tivemos que nos reinventar para produzir tudo dentro das limitações da quarentena e seguindo todos os protocolos necessários. Inclusive, com gravações realizadas em nosso próprio estúdio”, acrescentam.

Leia Mais
Morre Felipe Morcelli, jornalista e quadrinista fundador do Terra Zero