Jáder, que vem explorando o indie/rock em seus últimos lançamentos como vocalista da banda Mulungu, inicia sua carreira solo encontrando no Forró uma maneira de poder produzir algo mais dançante e pop. “O clipe atualiza a estética do forró, dando voz e espaço para corpos LGBTQIA+ falarem de carinho, afeto e paixão”, diz Jader.

Um papo com a Mulungu, que lança disco de estreia: “Toda e qualquer nota ou acorde desse disco está gritando Fora Bolsonaro”

“Dizem que o vento / Está sedento / Sem pestanejar / Mas o presente se encontra aqui / Mais uma vez está em suas mãos / Vá”. Esses são os versos de “No Ar”, canção do trio pernambucano Mulungu, que lança O Que Há Lá, seu álbum de estreia. Com extensas e notáveis referências que vão desde Linn da Quebrada, Gal Costa, até Gorillaz e The Arcs, o disco chega com a participação de diversos artistas como Una, Luna Vitrolira, […]

Read more

O clipe foi produzido pelo coletivo audiovisual Bichas Aliadas (PE) e traz diversas trocas de figurino em uma performance instigante gravada num quarto e na rua.

Com disco previsto para o primeiro semestre de 2022, Jáder começa desde esse primeiro trabalho a fazer uma pesquisa sobre o forró, trazendo novas nuances e possibilidades para um gênero que se mantém presente há quase 80 anos e necessita seguir se reinventando.

Jáder, que vem explorando o indie/rock em seus últimos lançamentos como vocalista da banda Mulungu, inicia sua carreira solo encontrando no Forró uma maneira de poder produzir algo mais dançante e pop. “O clipe atualiza a estética do forró, dando voz e espaço para corpos LGBTQIA+ falarem de carinho, afeto e paixão”, diz Jader.

O clipe foi produzido pelo coletivo audiovisual Bichas Aliadas (PE) e traz diversas trocas de figurino em uma performance instigante gravada num quarto e na rua.

Com disco previsto para o primeiro semestre de 2022, Jáder começa desde esse primeiro trabalho a fazer uma pesquisa sobre o forró, trazendo novas nuances e possibilidades para um gênero que se mantém presente há quase 80 anos e necessita seguir se reinventando.

Leia Mais
Chargista e jornalista Zé Dassilva revisita produção de tiras na antologia Timeline