O Janela Internacional de Cinema anuncia lista de filmes, venda de ingressos e programação do São Luiz. O festival, que este ano contou com financiamento coletivo para se viabilizar, inicia nesta quarta com sessão do longa (The Lighthouse).

O festival ocorre de 6 a 10 de novembro, nos cinemas São Luiz, Fundaj e Cinema da UFPE. A programação traz à tela clássicos, competição de longas-metragens, competição de curtas-metragens, sessões especiais e programas convidados.

Ao todo, cinquenta filmes, entre curtas e longas, serão exibidos durante o evento. A noite de abertura, na quarta-feira (06), terá exibição do aguardado O Farol (The Lighthouse), com Willem Dafoe e Robert Pattinson, co-produção brasileira que exibido na mostra competitivo do Festival de Cannes.

A sessão será precedida por apresentação especial do filme Jogos Dirigidos, do artista alagoano Jonathas de Andrade, em primeira exibição aberta no Brasil. O longa, comissionado pelo Museu de Arte Contemporânea de Chicago, terá execução de trilha sonora ao vivo no São Luiz.

SuperOutro, que completa 30 anos, será exibido em 35mm. (Divulgação).

Neste ano, a já tradicional programação de Clássicos do Janela terá como carro-chefe o longa Easy Rider: Sem Destino, filme emblemático do final dos anos 1960 e ícone da contracultura, com Dennis Hopper, Jack Nicholson e Peter Fonda. A exibição no festival marca os 50 anos de lançamento do longa, que será projetado em cópia restaurada 4K.

Serão exibidos ainda longas celebrados como Tudo Sobre Minha Mãe, de Pedro Almodóvar, vencedor do Oscar e Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro, celebrando 20 anos de lançamento, cópia restaurada de Losing Ground, de Kathleen Collins, longa-metragem de 1982 e primeiro de uma diretora negra a ser realizado nos EUA desde os anos 1920, exibido este ano no Festival de Locarno, além de cópia restaurada em DCP 4K de A Idade de Ouro de Luís Buñuel, vinda da Cinemateca Francesa, e O Salário do Medo, de Henri-Georges Clouzot. Completa a lista o brasileiro SuperOutro, que celebra 30 anos e será exibido em 35mm. O diretor Edgar Navarro estará presente como convidado especial do evento.

Entre outros destaques do festival, estão ainda as estreias brasileiras de Vitalina Varela, de Pedro Costa, e do premiado A Febre, de Maya-Da Rin, exibido em competição.

Programas especiais

O Janela oferece também sessões especiais comentadas dos elogiados , de e Juliano Dornelles, e Divino Amor, de Gabriel Mascaro, em parceria com o Porto Digital, em datas e horários ainda a definir.

A grade do festival terá ainda programas convidados como Brasil Distópico Vol. 2, apresentando o longa O Jardim das Espumas (1970), de Luiz Rosemberg Filho, e o especial Fundação Bergman, trazendo dois documentários (Farodokument 1969, Farodokument 1979) do cineasta sueco em raras exibições no Brasil. O programa será apresentado por Helen Beltrame-Linné, que dirigiu a Fundação Bergmancenter, na Suécia.

Ingressos e horários

O festival também abre a partir desta segunda, às 18h, as vendas antecipadas de ingressos através da plataforma online Sympla, exclusivas para sessões no Cinema São Luiz. Cada pessoa terá direito à compra de duas entradas, pelo valor de R$ 5 (longas) e R$ 3 (curtas). A esses valores, será acrescida a taxa de R$ 2,50 da plataforma. As vendas online estarão disponíveis durante todo o evento, e se encerram 30 minutos antes do início de cada sessão.

Na quarta-feira (06), a partir das 14h, começa a venda física dos ingressos, disponíveis nas bilheterias dos cinemas. No Cinema da Fundação, os valores passam para R$ 10 e R$ 5 (meia).

Até o momento o festival anunciou apenas as datas do Cinema São Luiz. As grades dos demais cinemas serão divulgadas nos próximos dias. “Estamos juntos com a Fundação Joaquim Nabuco tentando resolver problema técnico nos equipamentos da sala do Derby. Isso impactou a divulgação da nossa programação e ainda aguarda uma definição nas próximas 24 horas”, disse a organização, por e-mail.

O contou este ano com um financiamento coletivo para se viabilizar. Sem algumas de suas fontes tradicionais de patrocínio, o evento buscou em seu público parte do apoio para poder acontecer. Após bater a meta estipulada no crowdfunding, o Janela contou com patrocínio da Prefeitura do Recife, e do BRDE e Fundo Setorial Audiovisual (FSA)/Ancine.

PROGRAMAÇÃO CINEMA SÃO LUIZ

Quarta-feira (06)
14h- Noite Passada te Vi Sorrindo (Competitiva Longas)
Curtas Internacionais: Resista Num Pálido Ponto Azul
17h15- Especial Curtas: Programa Farol Aceso
19h30 – ESPECIAL: Jogos Dirigidos + trilha ao vivo
21h – ABERTURA: O Farol (The Lighthouse)

Quinta-feira (07)
14h- CURTAS INTERNACIONAIS: Programa Tudo Tem Febre
15h40- CURTAS BRASIL: Programa Criar as Leis + debate
17h40- CLÁSSICOS: Sem Chão (Losing Ground)
19h30- ESPECIAL: Casa + debate
21h45- COMPETITIVA LONGAS: Koko-di Koko-da + CURTA ESPECIAL: A História do Pequeno Puppetboy

Sexta-feira (08)
14h- CURTAS INTERNACIONAIS: Programa Avistados por Vagalumes
16h- CURTAS BRASIL: Programa Mudar de Rota
17h45- COMPETITIVA LONGAS: Um Filme de Verão + CURTA BRASIL: Ilhas de Calor
20h10- ESPECIAL: Synonymes
22h30- COMPETITIVA LONGAS: So Pretty

Sábado (09)
11h- FUNDAÇÃO BERGMAN: Farödokument 1969 + comentário
14h- ESPECIAL: Indianara + Rosário + debate
16h25- ESPECIAL: Vitalina Varela
18h50- CLÁSSICOS: SuperOutro + CURTA ESPECIAL: A Cristalização de Brasília
20h30- COMPETITIVA LONGAS: A Febre
23h- CLÁSSICOS: Easy Rider: Sem Destino

Domingo (10)
11h- ESPECIAL: Passagens + debate
14h- ESPECIAL: State Funeral
17h- CLÁSSICOS: A Idade de Ouro
18h30- ESPECIAL: Abismo Tropical + debate
20h30- CLÁSSICOS: Tudo Sobre Minha Mãe.

A lista de filmes deste ano

CLÁSSICOS
Easy Rider / Easy Rider: Sem Destino, Dennis Hopper (EUA, 1968, cor, DCP 4K)
L’Âge d’Or / A Idade do Ouro / The Golden Age, Luis Buñuel (França, 1930, PB, 60′, DCP 4K)
Le Salaire de la Peur / O Salário do Medo / The Wages of Fear, Henri-Georges Clouzot (França/Itália, 1953, 146′, DCP)
Losing Ground / Sem Chão, Kathleen Collins (EUA, 1982, 86′, DCP)
SuperOutro, Edgard Navarro (Brasil, 1989, 46′, cor, 35mm) * com presença do realizador
Todo Sobre Mi Madre / Tudo sobre Minha Mãe / All About My Mother, Pedro Almodóvar (Espanha, 1999, 105′, cor, DCP)

COMPETIÇÃO DE LONGAS
A Febre / The Fever, Maya Da-Rin (Brasil/França/Alemanha, 2019, 98′, DCP) *première brasileira
Koko-di Koko-da, Johannes Nyholm (Suécia/Dinamarca, 2019, 86′, DCP) *première brasileira
Last Night I Saw You Smiling / Noite Passada Te Vi Sorrindo, Kavich Neang (Camboja/França, 2019, 78′, DCP) *première brasileira
So Pretty, Jessie Jeffrey Dunn Rovinelli (EUA/França, 2019, 83′, DCP) *première brasileira
Um Filme de Verão / Sun Inside, Jô Serfaty (Brasil, 2019, 85′, DCP)

COMPETIÇÃO DE CURTAS BRASILEIROS
CRIAR AS LEIS
Quebramar, Cris Lyra (SP, 2019, 27’, DCP)
Para Todas as Moças / For All The Ladies, Castiel Vitorino Brasileiro (ES, 2019, 3’, DCP)
Sete Anos em Maio / Seven Years in May, Affonso Uchôa (MG, 2019, 42′, DCP)

MUDAR DE ROTA
Thynia, Lia Letícia (PE, 2019, 15, DCP)
Teoria Sobre Um Planeta Estranho / Strange Planet Theory, Marco Antônio Pereira (MG, 2019, 15’, DCP)
Looping, Maick Hannder (MG, 2019, 12’, DCP)
Peixe, Yasmin Guimarães (MG, 2019, 17’, DCP)
Ilhas de Calor, Ulisses Arthur (AL, 2019, 20’, DCP) *exibido antes do longa Um Filme de Verão

MOSTRA COMPETITIVA INTERNACIONAL
TUDO TEM FEBRE
Fiebre Austral / Febre do Sul, Thomas Woodroffe (Chile, 2019, 20’, DCP)
ALTIPLANO, Malena Szlam (Chile/Argentina/Canadá, 2018, 16’, DCP)
Electric Swan / Cisne Elétrico, Konstantina Kotzamani (Argentina/Grécia/França, 2019, 40′, DCP)

AVISTADOS POR VAGALUMES
Past Perfect, Jorge Jácome (Portugal, 2019, 23’, DCP)
Traveling Shoes / Sapatos de Viagem, Kevin Jerome Anderson (EUA, 2019, 7’, DCP)
Rise, Bárbara Wagner, Benjamin de Burca (Brasil/Canadá/EUA, 2019, 20’, DCP)
Vever (For Barbara)/Vever (Para Barbara), Deborah Stratman (Guatemala/EUA, 2019, 12’, DCP)
Parsi, Eduardo “Teddy” Williams, Mariano Blatt (Guiné Bissau/Argentina/Suíça, 2018, 23’ DCP)
Linger on Some Pale Blue Dot / Resista Num Pálido Ponto Azul, Alexandre Koberidze (Alemanha/Israel, 2018, 29’, DCP) *exibido antes do longa Noite Passada Te Vi Sorrindo

SESSÕES ESPECIAIS

CURTAS-METRAGENS
FAROL ACESO
Cinema Contemporâneo, Felipe André Silva (PE, 2019, 5’, DCP)
Caranguejo Rei, Enock Carvalho, Matheus Farias (PE, 2019, 23’, DCP)
Tempestade, Fellipe Fernandes (PE, 2018, 20’, DCP)
A Mulher que Sou, Nathália Tereza (PR, 2019, 15’, DCP)
Swinguerra, Bárbara Wagner, Benjamin de Burca (PE, 2019, 23’, DCP)
A Cristalização de Brasília, Guerreiro do Divino Amor (RJ/DF, 2019, 7’, DCP) *exibido antes de SuperOutro
Rosário, Juliana Soares, Igor Travassos (PE, 2019, 18’, DCP) *exibido antes de Indianara
Sagan om den lille Dockpojken / A História do Pequeno Puppetboy / The Tale of Little Puppetboy, Johannes Nyholm (Suécia, 2008, 18′, DCP) *exibido antes de Koko-di Koko-da (sessão do Cine São Luiz)

LONGAS-METRAGENS
Abismo Tropical / Tropical Abyss, Paulo Caldas (Brasil, 2019, 72′, DCP)
Casa, Letícia Simões (Brasil, 2019, 94′, DCP)
Indianara, Aude Chevalier-Beaumel, Marcelo Barbosa (Brasil, 2019, 84′, DCP)
Jogos Dirigidos, Jonathas de Andrade (PE, 2019, 57′, DCP) *trilha sonora ao vivo
Passages / Passagens, Lúcia Nagib, Samuel Paiva (Reino Unido, 2019, 94′, DCP)
State Funeral / Funeral de Estado, Sergei Loznitsa (Holanda/Lituânia, 2019, 135′, DCP)
Synonymes / Synonyms, Nadav Lapid (França/Israel/Alemanha, 2019, 123′, DCP)
The Lighthouse / O Farol, Robert Eggers (EUA/Brasil, 2019, 110′, DCP)
Vitalina Varela, Pedro Costa (Portugal, 2019, 124′, DCP) *première brasileira

SESSÕES COMENTADAS PELO DIRETOR
Bacurau, Kleber Mendonça Filho, Juliano Dornelles (Brasil/França, 2019, 132′, DCP)
Divino Amor / Divine Love, Gabriel Mascaro (Brasil/Uruguai/Dinamarca/Noruega/Chile/Suécia, 2019, 101′, DCP)

PROGRAMAS CONVIDADOS
BRASIL DISTÓPICO VOL. 2
O Jardim das Espumas, Luiz Rosemberg Filho (Brasil, 1970, 108′, PB, DCP)

FUNDAÇÃO BERGMAN
Fårödokument 1969, Ingmar Bergman (Suécia, 1969, 58′, PB, DCP)
Fårödokument 1979, Ingmar Bergman (Suécia, 1979, 103′, PB, DCP)

Sem mais artigos