Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.

O músico pernambucano Juvenil Silva vai aumentando a expectativa para seu aguardado segundo disco, Super Qualquer no Meio de Lugar Nenhum. A capa do álbum acaba de ser divulgada e foi feita pelo artista visual Victor Zalma. O show de lançamento será dia 3 de outubro no Teatro de Santa Isabel, no Centro do Recife. Antes, no dia 23 de setembro, o trabalho será disponibilizado online.

A capa do disco tem como referência uma história em quadrinhos que retrata o cidadão comum, espremido no cotidiano perturbador de uma cidade como Recife. É uma espécie de “homem sanduíche”, vivendo de forma resiliente em meio ao caótico centro urbano. Há também prédios, carros, e, entre eles, tubarões voadores à espreita (numa alusão à praia de Boa Viagem). “Eu sou amigo e fã do trampo dele há tempos e já fizemos coisas juntos, como cartazes e capas. Gosto de trabalhar com quem eu conheço, fica mais fácil pra captar o que quero passar em essência. E Zalma sempre capta rápido. Além de jogar suas próprias ideias no meio, somando com as minhas e chegando juntos a um resultado que é sempre explosivo de maravilhoso!”, conta Juvenil.

Juvenil Silva em foto de Nelson Garrido.
Juvenil Silva em foto de Nelson Garrido.

Esse tema do cidadão comum fica muito claro no single desse disco divulgado por Juvenil, “Karma do Lixo”. Ouça abaixo:

Leia Mais
Um papo com Juba, que faz show no projeto Tardes Olindenses