Juvenil Silva lança “Regalia”, seu retorno às plataformas de streaming após dois anos e meio. A faixa chega após os EPs Isolamento Acústico (Vols 1 e 2), que foram distribuídos ao público apenas no circuito offline, mediante link por e-mail.

“Regalia” foi composta por Juvenil durante sua quarentena. A música põe em questão a necessidade do distanciamento social versus a profunda desigualdade social brasileira, que torna a simples orientação “fique em casa” algo inviável para os mais desfavorecidos, que não podem “se dar ao luxo” de se proteger da covid-19.

“Morava no centro da cidade quando fiz essa canção, logo no começo da pandemia. As ruas gritavam o caos e a desigualdade. Enquanto isso, na minha timeline, corações e mensagens motivacionais rogavam pelo isolamento social. Também ouvíamos falar sobre o auxílio financeiro e toda a burocracia digital de aplicativos e manobras pra receber. Pensava eu ‘E esse povo todo que mora aí na rua?’. Não tinham lugar para morar, muito menos celular. É uma música que levanta uma questão sobre nossos privilégios”, diz Juvenil.

O lançamento de “Regalia” quebra um jejum de dois anos e meio após o último lançamento de Juvenil nas plataformas: o disco Suspenso (2018). De lá para cá, ele engatou outros projetos – A Banda dos Corações Selvagens, Avoada – , e seu novo trabalho solo começara a ser produzido este ano. Mas a pandemia adiou o álbum, mudou os planos, só não cessou a instigação produtiva do músico, que teve de repensar estratégias, principalmente de “sobrevivência”.

“Havia um vírus no caminho. Tudo mudou. Não havia mais sentido lançar esse álbum, uma vez que a gente lança um disco para gerar mais trabalho: sair em turnê, tocar em festivais, vender o material etc. O disco teria caído no limbo dos likes e views. Então, segurei e reformulei”, explica.

https://www.youtube.com/watch?v=pHBk_65JmSo&t=15s
Leia Mais
Janelle Monáe lança nova música para a trilha do filme sobre direito ao voto nos EUA. Ouça “Turntables”