Todos os meses fazemos uma curadoria dos lançamentos em quadrinhos que chegam ao mercado brasileiro. Se você é um autor independente e quer divulgar sua obra neste espaço, entre em contato conosco por e-mail. Importante enviar capa em alta e detalhes da HQ.

Os preços e data de lançamento são informados pelas editoras e artistas e por isso podem sofrer alterações após o fechamento desta seção. A nossa revista apoia as lojas especializadas em quadrinhos e, por isso, os links de compra irão privilegiar esses espaços. Aqui uma lista de locais de venda de quadrinhos no Brasil. O link da Amazon e outros afiliados, pode render uma comissão ao nosso site, o que nos ajuda financeiramente, mas não recebemos nenhum endosso das editoras para indicar os produtos.

Esta semana demoramos um pouco mais para soltar a lista por conta da enorme quantidade de títulos anunciados para março. É certo que nunca se publicou tanto quadrinho no Brasil, mas o que mais nos chama atenção é a diversidade de títulos, com destaque para a chegada de autores aclamados no exterior, com é o caso de e Miguelanxo Prado, medalhões como Junji Ito e Frank Miller e zines/alternativos como Puiupo e Riotsistah.

E aí? Qual desses estarão na gibiteca de vocês?


Os quadrinhos do mês anterior: Estranhos no Paraíso, Guarani, Meu Mundo Versus Marta e Junji Ito


A Casa, de Paco Roca (Devir)

A Casa, do espanhol Paco Roca, é uma das HQs europeias mais aguardadas pelo leitor brasileiro e chega agora pela Devir, mesma editora que lançou Rugas (2017), que será reimpressa. Nesta nova HQ, três irmãos retornam para a casa onde passavam as férias de infância. A intenção é limpar o imóvel e colocá-lo à venda, mas a reunião familiar acaba revivendo feridas emocionais e outros problemas não resolvidos. | 136 páginas, R$ 80. Compre: Amazon.


Máquina Assassina, de Riotsistah (Escória Comix)

Neste álbum de estreia, a quadrinista Riotsistah apresenta as aventuras de Priscila, uma caçadora de militares a serviço do presidente réptil que fez alterações em seu corpo (um olho ciborgue e uma mão de metralhadora). Com inspirações do blaxploitation e pitadas de aventura e terror, a HQ é uma novidade divertida do underground que chega pela Escória Comix. | 32 páginas, R$ 19,90 Compre: Escória Comix.

Kitnet, de Puiupo (Sapata Press)

O novo zine do quadrinista português radicado no Brasil, Puiupo, Kitnet chegou quase de surpresa neste início de ano. A tiragem foi limitadíssima, mas o artista volta e meia anuncia novas tiragens através do Twitter, por isso vale a pena prestar atenção. Puiupo faz parte de uma geração inventiva que vem mostrando um trabalho com estéticas e narrativas ainda não experimentadas no quadrinho BR. | 50 páginas. Venda pelo Twitter ou no Sapata Press.


Wolverine e Destrutor: Fusão (Panini)

Esta minissérie de Wolverine e Destrutor tornou-se uma obra cult em meio aos quadrinhos mainstream desde que saiu originalmente nos EUA em 1988. Por aqui, o gibi ganhou uma primeira edição pela Abril em um formato ousado à época, a “minissérie de luxo”, no ano seguinte. O que chama atenção nessa obra são as ilustrações pintadas de Jon Muth, um dos nomes mais importantes na intereseção dos quadrinhos com as artes visuais. O roteiro fica por conta do casal Walt e Louise Simonson, dupla responsável por bons momentos dos super-heróis nos anos 1980 e 90. Compre: Comix.


Chico Bento – Verdade, de Orlandeli (Panini)

Orlandeli assina mais uma releitura de Chico Bento, famoso personagem de Maurício de Sousa. Depois do ótimo Chico Bento – Arvorada, o autor retorna para a coleção Graphic MSP com Chico Bento – Verdade. Na trama, o personagem vive uma aventura ao lado de um amargurado homem que vem da cidade. | 96 páginas. R$ 44,90. Compre: Comix.


Podrão Aniquilação, de Pablo Carranza (Escória Comix)

Pablo Carranza assina esta HQ que tem tudo a ver com a assinatura da Escória Comix (gibis que forçam limites estéticos e soam como um revide à hipocrisia e aparente “normalidade”). Podrão Aniquilação mostra um grupo de trabalhadores do legítimo lanche podrão tentando resistir à praga das comidas gourmet. | 288 páginas, R$ 39. Compre: Escória Comix.


A Odisseia de Hakim Vol. 3, de Fabien Toulmé (Nemo)

Conhecido por transformar em quadrinhos potentes narrativas humanas, o francês Fabien Toulmé retorna com seu olhar sobre essas histórias incríveis de pessoas comuns com o terceiro volume de A Odisseia de Hakim. Aqui temos a conclusão da saga de Hakim e seu filho após o resgate do Mar Mediterrâneo e a chegada à Europa. A dupla finalmente chega à França em meio à ataques xenófobos, detenções e outros perrengues. | 256 páginas, R$ 64,90. Tradução de Fernando Scheibe. Compre: Amazon


Ayar – Um Império de Luz e Escuridão, de Oscar Barriga, Virginia Borja, Erly Almanza e Kaimer Dolmos (Quadriculando)

A editora pernambucana Quadriculando segue com sua proposta editorial de trazer boas HQs latinas fora dos tradicionais centros criativos do continente, como Argentina e Uruguai com essa obra peruana. Ayar coloca o imaginário inca em uma narrativa de aventura e ação. O mais famoso desses mitos é sobre os irmãos Ayar, filhos do Deus Sol. Segundo a lenda, um dos irmãos fundou Cusco, a capital do Império Inca. O gibi está à venda na Banca Guararapes, no Recife, na Banca Anita Garibaldi em São Paulo e através da Amazon. | 100 páginas, R$ 40.


Tomie Vol. 2, de Junji Ito (Pipoca e Nanquim)

Segundo volume de Tomie, a primeira obra de Junji Ito, que chega pela Pipoca e Nanquim. Na trama, Tomie Kawakami é uma jovem misteriosa de instintos assassinos que enfeitiça os homens a levá-los a cometer o mais hediondo dos atos: o assassinato. O detalhe: a vítima é a própria Tomie. | 376 páginas, R$ 64,90. Tradução de Drik Sada. Compre: Amazon.

Eu Fui Um Garoto Gorila, de Fabio Vermelho (Veneta)

Fábio Vermelho é um dos nomes mais interessantes da safra atual do quadrinho brasileiro underground. A Veneta reedita esta HQ que foi publicada originalmente em inglês na revista Weird Comix entre 2016 e 2020. Acompanhamos a saga de Dennis, um jovem habitante de West Moss, local onde um furioso gorila aparece sem explicação. | 160 páginas, R$ 54,90. Compre: Itiban.


Tangências, de Miguelanxo Prado (Conrad)

O premiado autor espanhol Miguelanxo Prado ganha mais uma obra no Brasil este ano. Depois da excelente Traço de Giz (Pipoca e Nanquim), temos agora Tangências, que sai pela Conrad. Nesta obra, o autor aborda a complexidade das relações sentimentais em uma narrativa carregada de realismo. A edição nacional traz ainda uma entrevista com o autor feita pelo jornalista Sidney Gusman (Universo HQ). | 64 páginas, R$ 54,90. Compre: Amazon.


Domex, de Gustavo Piqueira (Veneta)

Quadrinista e designer, Gustavo Piqueira retorna com suas narrativas experimentais (leiam Ar Condicionado, que vale a pena) com essa nova HQ Domex. A obra traz as diferenças geracionais através de um diálogo entre pai e filho. | Veneta, 96 páginas. Compre: Comix, Amazon, Itiban


Gideon Falls Vol 5, de e Andrea Sorrentino (Mino)

A aventura pelo multiverso de Gideon Falls segue em ritmo acelerado neste quinto volume da saga escrita por Jeff Lemire e desenhada por Andrea Sorrentino. A obra se destaca pelo misto de horror, suspense e ficção científica, mas também pelas páginas inventivas de Sorrentino. A Mino lançou ainda um kit com os quatro primeiros volumes. | 128 páginas, R$ 79,90. Tradução de Dandara Palankof Compre: Amazon.


Dan Brand e Outros Clássicos, de Frank Frazetta (Pipoca e Nanquim) – R$ 79,90

Mestre da ilustração, Frank Frazetta teve uma carreira prolífica, mas ele ficou bastante famoso por conta de suas capas para heróis como Conan, Tarzan e outros. A sua série mais longeva é essa Dan Brand, que a Pipoca e Nanquim reedita nesta edição luxuosa que conta com histórias do personagem publicadas a partir de 1949. A editora vem fazendo um ótimo trabalho de resgate de artistas importantes dos quadrinhos, muitos deles fora de catálogo e, portanto, inacessíveis para as gerações atuais. | 196 páginas, R$ 79,90. Tradução de Dandara Palankof.


Revolta da Vacina, de André Diniz (Darkside)

Timing perfeito. Enquanto o Brasil agoniza com falta de vacinas contra a Covid-19, uma parcela barulhenta de negacionistas tenta difundir mentiras e confusão em relação à segurança dos imunizantes. História parecida aconteceu em 1904, quando o país vivia uma crise social e sanitária semelhante aos dias atuais. André Diniz conta esse episódio nesta HQ a partir do ponto de vista de Zelito, um ilustrador cearense que se muda para então capital do Brasil, o Rio de Janeiro. | 176 páginas, R$ 59. Compre: Ugra Press.


Trilogia Gatilho, de Carlos Estefan e Pedro Mauro (Pipoca e Nanquim)

A trilogia brasileira do “pistoleiro sem nome”, composta pelos volumes Gatilho, Legado e Redenção, foi publicada de maneira independente entre 2017 e 2019, e tornou-se um fenômeno de crítica e público. A Pipoca e Nanquim agora reúne essas histórias nessa edição de luxo, que foram colorizadas. O livro traz ainda prefácio exclusivo do autor italiano Gianfranco Manfredi, parceiro de Pedro Mauro em outros projetos na Sergio Bonelli Editore. | 260 páginas, R$ 99,90.


Deus em Pessoa, de Marc-Antoine Mathieu (Comix Zone)

Esta HQ francesa traz um relato sarcástico sobre as velhas indagações sobre a existência de Deus. Marc-Antoine Mathieu faz isso através de uma narrativa que se aprofunda sobre os processos midáticos e campanhas de publicidade que fazem parte do nosso cotidiano. A HQ venceu o prêmio da associação dos críticos da França em 2010. | 128 páginas, R$ 79,90. Tradução de Érico Assis. Compre: Amazon.


A Saga Completa de Martha Washington no Século XXI, de Frank Miller e Dave Gibbons (Devir) / Ronin – Edição Definitiva, de Frank Miller (Panini)

A HQ com a saga de Martha Washington tornou-se cult logo após o seu lançamento e até hoje é objeto de estudo sobre como os quadrinhos mainstream podem servir de veículos para comentários políticos. A dupla Frank Miller e Dave Gibbons contam a história da protagonista do título, que vive na Chicago distópica de 1995, em meio a um governo tirânico. Na sua luta contra injustiças ela segue para a Guerra da Amazônia, a segunda Guerra Civil Americana e depois, para a desolação do espaço sideral. A edição da Devir reúne todas as minisséries com a personagem, que saíram anteriormente pela editora Globo e Mythos, além de várias histórias inéditas. O preço é bem salgado, mas o livrão chega com mais de 600 páginas. Já Ronin, que sai pela Panini, é a reedição de Miller para o samurai solitário do imaginário japonês, que traz cores de Linn Varley (mesma dupla do sucesso de 300 de Esparta) | 608 páginas, R$ 249. Compre: Amazon (Martha Washington), Itiban (Ronin).

Deadly Class #3, de Rick Remender e Wes Craig (Devir)

Terceiro volume da série que mostra o cotidiano de jovens que vivem em uma escola secreta que treina futuras gerações de assassinos, das principais famílias criminosas do mundo. | 120 páginas, R$ 65. Compre: Amazon.

Noite de Spoiler, de Gabriel Arrais (Universo Guará)

Esta divertida HQ é uma espécie de homenagens aos eventos de cultura pop e quadrinhos (inclusive: saudades <3). Na história acompanhamos Leandro, adolescente que mora na periferia de São Paulo com sua mãe e sua irmãzinha. Fanático por quadrinhos e cosplay, ele vive uma série de aventura para encontrar seu grande ídolo na Comic Con. | 60 páginas, R$ 30. Compre: Ugra Press.


Family Tree, de Jeff Lemire e Phil Hester (Intrínseca)

Mais uma HQ de Jeff Lemire que chega ao Brasil (só neste checklist são duas!). Com desenhos de Phil Hester, Eric Gapstur e Ryan Cody, esta obra se passa em um mundo pós-apocalíptico e narra a história de uma criança que começa a se transformar em uma árvore. | 96 páginas, R$ 39,90. Tradução de Fernando Scheibe. Compre: Amazon.


A Saga Do Batman Vol. 1 (Panini) / A Saga do Superman Vol 1 (Panini)

Aproveitando o aquecido mercado de quadrinhos no Brasil, a Panini segue afoita no lançamento de coleções. Desta vez temos A Saga do Batman e do Superman, que tem como proposta republicar por aqui histórias dos heróis após a Crise nas Infinitas Terras, saga que tentou dar uma roupagem mais moderna aos personagens. O time criativo conta com nomes como Mike W. Barr, Alan Davis e John Byrne, entre outros. Vale sobretudo pela nostalgia e pelo valor histórico de ler essas histórias em boa qualidade, já que saíram por aqui pela primeira vez em formatinhos da Abril. | 160 páginas, a partir de R$ 34,90. Nas bancas.


Dc Teens – O Código Oráculo (Panini) / DC Teens: A Sombra da Batgirl, de Sarah Kuhn e Nicole Goux (Panini)

A coleção de álbuns em quadrinhos da DC assinados por autores best-sellers segue fazendo sucesso por aqui. É uma excelente porta de entrada para novos leitores, pois trazem histórias apartadas da complicada cronologia das revistas de super-heróis. Além disso são feitas para o público infantil e adolescente, o que é essencial para manter o interesse renovado nesses personagens na geração atual. Neste mês saiem O Código Oráculo e A Sombra da Batgirl. | 200 e 208 páginas, R$ 32,90. Nas bancas.


Estranhas Aventuras, de Tom King e Mitch Gerads (Panini)

A dupla Tom King e Mitch Gerards (responsáveis por Senhor Milagre) estão novamente reunidos para contar a história de Adam Strange, o aventureiro espacial que decide retornar à Terra. Os autores pegaram um personagem relativamente esquecido para criar uma narrativa cheia de melancolia. | 200 páginas, R$ 44,90.


Impéryo Vol. 1, Vários Autores (Panini)

Os megaeventos nos gibis de super-heróis seguem sendo uma estratégia de negócios lucrativa. Impéryo vai reunir os principais personagens da Marvel, que precisarão lutar contra uma nova ameaça vinda do espaço. A Panini vai lançar diferentes títulos da saga nesta edição, mas a história vai repercutir em outros títulos da editora. | 120 páginas, R$ 22,90.


Guerra Civil: Marvel Essenciais, de Mark Millar e Steve McNiven (Panini)

A Panini lança uma nova coleção com títulos clássicos da Marvel. O foco aqui são os sucessos recentes da editora, lançados nos anos 2000 em diante. A estreia acontece com Guerra Civil, que tinha saído por aqui como minissérie e também na coleção Marvel Deluxe. Na trama, os heróis se dividem em dois grupos antagônicos (encabeçados por Capitão América e Homem de Ferro), o que inspirou o filme Capitão América – Guerra Civil. | 208 páginas, R$ 79,90. Compre: Amazon.


Snoopy – A Peanuts Collection (Planeta D’Agostini)

Esta coleção dos personagens de Charles Schulz vai reunir as tiras dominicais de Snoopy, Charlie Brown e sua turma desde 1950 até 2000. A editora oferece assinatura, mas os fascículos estarão nas bancas todas as semanas. Há uma outra coleção, esta da L&PM, que reúne todas as tiras, lançadas em edições de luxo com organização cronológica. | 68 páginas, a partir de R$ 19,90 (o primeiro fascículo vendido em bancas), R$ 49,90 (os seguintes).


Coleção Clássica Marvel #1 – O Espetacular Homem-Aranha / Coleção Clássica Marvel #1 – Quarteto Fantástico (Panini)

Mais uma novidade voltada para colecionadores, mas desta vez com preços mais acessíveis. A Panini vai reeditar as histórias clássicas dos personagens Marvel, em ordem cronológica. Para começar tem as primeiras edições de Homem-Aranha, escritas por Stan Lee e desenhadas por Steve Ditko e Quarteto Fantástico, por Stan Lee e Jack Kirby. Oportunidade incrível de compreender e apreciar a gênese dos quadrinhos de super-heróis dos EUA, que seguem ainda influentes. | 144 páginas, R$ 24,90, nas bancas.

Acompanhe as edições anteriores dos lançamentos do mês

Leia Mais
Bel_Medula mergulha no inconsciente coletivo da pandemia no terceiro disco, Semente