Sandman em formato luxo: a HQ ostentação (Divulgação)

em formato luxo: a HQ ostentação (Divulgação)

A Panini segue com publicação da edição definitiva de Sandman e lança agora o quarto volume, que traz os arcos os arcos “As Bondosas” e “O Despertar”; e as histórias “O Castelo”, “Os Exilados” e “A Tempestade”. É um livrão (18,5 por 27,5 cm), com 608 páginas, que reúne as edições 57 a 75 da série original e uma história curta apresentada na edição especial Jam 1 (O Castelo), com cores reconstruídas e dezenas de páginas de extras. Texto e posfácio são do próprio Neil Gaiman.

Leia Mais: Sandman
Como Dave McKean fez a as capas da série
O que significa a volta de Sandman

O lançamento é importante, pois encerra a coleção da famosa HQ de , agora publicada no Brasil com nova colorização e centenas de extras. Antes dessa coleção de luxo, os leitores brasileiros puderam conhecer a mais famosa obra da Vertigo através da Conrad, que lançou a série em dez volumes entre 2005 e 2008, muitos ainda disponíveis nas livrarias.

A Pixel tentou retomar a coleção em 2008, mas acabou incompleta quando a Panini assumiu a publicação da Vertigo no Brasil. Antes, a HQ saiu pela Globo, em edições mensais, onde se tornou conhecida. A edição definitiva de Sandman começou a sair por aqui em 2010, com média de um volume por ano. O livro traz uma nova experiência para a história de Morpheus por causa das páginas maiores, das cores, mas é claramente um trabalho com apelo aos colecionadores, já que o preço alto acaba afastando quem quer se aventurar no universo do personagem.

Criado por Neil Gaiman em 1988, Sandman foi a HQ que deu robustez ao selo Vertigo da DC Comics, voltada para quadrinhos adultos. O autor pôde experimentar na narrativa e trazer temáticas que eram pouco abordadas no segmento dos super-heróis, como transexualidade, misticismo, além de adicionar referências pop e também literárias. A trama conta a saga de Morpheus (ou Sonho), um Perpétuo, entidades que se ocupam de cuidar dos aspectos que regem a humanidade. Participam da história seus irmãos, Morte, Desejo, Destino, entre outros.

Com o fim da HQ na edição 75, Gaiman retornou ao universo da série apenas esporadicamente. No entanto, este ano ele decidiu que tinha uma nova história para contar e lançou a minissérie Sandman – The Overture, com desenhos de J.H. Williams III. Curiosamente, assim como inaugurou o selo nos anos oitenta, essa nova HQ marca a reformulação da Vertigo depois de um período atribulado, marcado por estagnação e baixas vendas.

Sandman – Edição Definitiva Vol. 4 tem 608 páginas e custa R$ 145.

sweethtooth

Mais Vertigo
A Panini anunciou mais um volume de , a elogiada série de Jeff Lemire, que chega ao seu quinto volume. A HQ conta a história de um garoto com chifres de alce que sofre para se adaptar – e sobreviver – ao mundo exterior depois que se vê obrigado a abandonar sua reserva.

Sweet Tooth – Depois do Apocalipse Vol. 5: Habitat Natural leva o leitor para o Alasca em 1911 e para o Nebraska dos dias atuais em um trama que pode explicar a origem do povo híbrido de animal e humano. A série faz parte do selo Vertigo que a Panini lança no Brasil aos mesmos moldes de Fábulas, 100 Balas, entre outros.

Com preço acessível e acabamento sem muito luxo, é um formato que atende bem aos colecionadores e também eventuais leitores, já que não tem um preço exorbitante como muitas HQs de luxo. A revista tem 164 páginas e custa R$ 22,90.

Do selo Vertigo, a Panini lança ainda em novembro Fábulas Vol. 15 – Rosa Vermelha (260 págs, R$ 27,90), Clássicos DC: Monstro do Pântano – Raízes Vol. 2 (164 págs, R$ 19,90), Neil Gaiman – Dias da Meia-Noite Edição de Luxo (176 págs, R$ 23,90), que já tinha saído pela Pixel e por fim a HQ mensal Vertigo (100 págs, R$ 10).

Fabulas-15

dias-de-meia-noite

VERTIGO-47

Sem mais artigos