Livro-arquivo “Bcubico” homenageia a arte pernambucana

Com distribuição gratuita, o livro vai ser lançado no Teatro do Parque, em Recife, ás 18h30 do dia 30 de agosto

Livro "Bcubico"/ Foto: Beto Reis

Em uma parceria entre o artista multimidia Edson Barrus e o cineasta, crítico e curador, Yann Beauvais, nascia no ano de 2011 uma iniciativa expoente para as artes e os artistas pernambucanos, a “Bcubico”. Com a intenção de levar a arte para cada vez mais pessoas, a iniciativa realizou exibições de filmes experimentais, videoartes, trabalhos de arte digitais e performativos, tudo isso através de exposições, laboratórios, reuniões e formações.

Em 2015, a Bcubico chegou ao fim, mas não sem deixar um legado extenso de trocas entre artistas internacionais e brasileiros, descobrimento de diversas obras e novos nomes no cenário artístico, além de promover um centro de documentação com registros de livros, vídeos e obras digitais contemporâneas. Por todos esses fatores, a iniciativa foi de gigante contribuição para a arte pernambucana e para eternizar esse legado de cor, inovação e pluralidade, Edson e Yann se uniram mais uma vez para a criação do livro “Bcubicos”, que vai ser lançado no Teatro do Parque, em Recife, ás 18h30 do dia 30 de agosto.

Buscando reavivar às imagens em movimento criadas na iniciativa, o livro traz relatos e experencias de artistas que passaram pelas aulas, exposições e oficinas, além de expor a importância de espaços culturais diversos e de arte contemporânea.

Yann beauvais e Edson Barrus/ Divulgação

Sobre a obra, Beauvais explicou: “O livro ‘bcubico’ é um projeto que pensamos para celebrar o laboratório que eu e o Edson criamos em 2011 no Recife. Eram exibidos filmes, ministrava-se cursos de cinema experimental, atividades pedagógicas de cinematografia, era uma relação com filmes, vídeos e arte digital”.

De acordo com Barrus, “a publicação é um eco manifesto da dinâmica do espaço, como um campo de experiência, mas também um lugar de excelência em apresentações através de textos, depoimentos, histórias e fotos”.

O livro vai ser distribuído de forma gratuita e contem textos de Ana Lira, Anthony McCall, Edson Barrus, eRikm, Jean-Michel Bouhours, Keith Sanborn, Malcom Le Grice, Matthias Müller, Nathalie Magnan, Peggy Ahwesh, Recombo, Ricardo Ruiz, Thomas Köner, yann beauvais, Ж, e mais artistas.

Abertura do livro/ Foto: Beto Reis

Leia Mais
Cerrado Jazz Festival em Brasília homenageia Maestro Spok na edição deste ano