A cearense lança seu segundo livro, Heroínas Negras Brasileiras em 15 Cordéis, com ilustrações de . A obra chega para preencher a lacuna de narrativas sobre importantes mulheres negras que lutaram por direitos e espaço na sociedade, entre elas Carolina Maria de Jesus, Tereza de Benguela e Laudelina de Campos.

Há ainda histórias de princesas e rainhas africanas como Aqualtune, Zacimba Gana e Na Agontimé, personagens históricas que foram sequestradas para serem escravas no Brasil. No entanto, como mostra o livro, elas lideraram revoltas e mantiveram quilombos de sucesso. O legado delas, pouco explorado em livros, está presente nesta obra.

Filha e neta de cordelistas do Ceará, Jarid encontrou no formato uma forma poética de tratar de nomes importantes, mas esquecidos, de nossa história. São 176 páginas com 15 biografias ao todo. A autora é bastante ativa dentro do feminismo e ativismo negro, sendo colaboradora de sites como Blogueiras Feministas e Blogueiras Negras.

O livro sai pela editora independente Pólen, por R$ 35. O lançamento no Rio de Janeiro será nessa quarta (7), na Blooks Livraria.

Sem mais artigos