Resultado de chamada pública lançada após morte brutal de dois cidadãos cariocas pelo Exército, em abril de 2019, De Bala em Prosa traz mais de vinte textos de autores e autoras negras sobre violência cotidiana do racismo estrutural brasileiro. O lançamento é da editora Elefante.

O projeto originou-se de uma chamada pública lançada nas redes sociais da Editora Elefante em abril de 2019, quando da morte de um músico e um catador de materiais recicláveis no Rio de Janeiro em abril de 2019.

Negros, ambos foram assassinados pelo Exército, que disparou “por engano” o que no momento foi divulgado como “oitenta tiros” — mas que, na verdade, eram 257 — contra um carro que os militares “acharam” que tinha sido roubado.

“Os soldados mentiram, os governantes desconversaram, a imensa maioria da população permaneceu indiferente. Pipocos contra gente preta já viraram rotina, não causam a comoção que deveriam nem quando chegam à casa das centenas.”, diz a descrição da obra.

A seleção de textos é de Vanessa Oliveira, Gabriel Rocha Gaspar, Túlio Custódio e Tadeu Breda

O livro é gratuito e será distribuído entre os autores e em livrarias independentes, onde podem ser retirados sem qualquer custo. Os exemplares também podem ser encomendados pela internet apenas pelo custo do frete.

Leia Mais
Cordel do Fogo Encantado lança música inspirada no Homem da Meia-Noite