Longa Marte Um mostra o cotidiano da periferia pós-eleição de Bolsonaro

O filme chega aos cinemas na semana seguinte no dia 25 de agosto

Marte Um retrata o cotidiano de uma família periférica. (Divulgação).

O longa Marte Um chega ao Brasil para o Festival de Cinema de Gramado, na sessão da Mostra Competitiva, no dia 17 de agosto, às 18h. O filme de Gabriel Martins teve sua estreia mundial no Festival de Sundance no início do ano. O enredo traz o cotidiano de uma família periférica nos últimos meses de 2018, pouco depois das eleições presidenciais.

Os atores Cícero Lucas, Carlos Francisco, Rejane Faria e Camila Damião vivem os personagens da trama central que tem como fio condutor a realização de um sonho infantil. Deivid (Cícero Lucas), o caçula da família sonha em ser astrofísico, e participar de uma missão que em 2030 irá colonizar o planeta vermelho, porém o fato de morar em periferia pode dificultar a conquista desse sonho. O filme ainda aborda sobre o alcoolismo e traz os desafios da personagem Eunice (Camilla Damião) e sua namorada.

Após a exibição em Gramado, o longa chega aos cinemas na semana seguinte, no dia 25 de agosto, com distribuição da Embaúba Filmes. A produção é assinada pela Filmes de Plástico e coproduzida pelo Canal Brasil.

O longa foi rodado em 2018 e foi financiado pelo primeiro e último edital afirmativo do Brasil, que contemplou três longa-metragens produzidos por pessoas negras.

Ator Cícero Lucas interpreta Deivid em Marte Um. (Divulgação).
Leia Mais
HQ Super-Zé explora os absurdos de um super-herói no Brasil