“O Debate”, estreia de Caio Blat na direção mostra separação de casal em meio a um hipotético debate entre Lula e Bolsonaro

Estrelado por Débora Bloch e Paulo Betti, filme narra a vida de um ex casal de jornalistas com visões políticas divergentes

Caio Blat marca estreia como diretor de longas com O Debate. (Divulgação).

O filme O Debate lança o ator Caio Blat na direção de longas-metragens e estreia nos cinemas no dia 25 de agosto. O filme, produzido pela Giros Filmes e Sul Audiovisual, conta a história do fim do casamento de dois jornalistas durante os bastidores de um fictício e hipotético debate presidencial entre Lula e Bolsonaro. Vividos por Débora Bloch e Paulo Betti, os personagens terminam a relação depois de 20 anos juntos e promovem intensos debates entre eles sobre amor, liberdade, política e a vida do país nos últimos anos.

De roteiro escrito por Guel Arraes e Jorge Furtado, também diretores dos sucessos O Auto da Compadecida (1999) e Meu Tio Matou um Cara (2004), respectivamente, o longa conta com participação especial de Caio Blat também como ator.

A recente separação de Paula (Débora Bloch) e Marcos (Paulo Betti) dá vazão a entender a intimidade do casal que mesmo se amando profundamente, decide quebrar a relação. O enredo gira em torno das divergências de opiniões dos dois jornalistas e colegas de trabalho, que discutem sobre monogamia, sexo, desejo, ciúme, ética e ideologia, enquanto na redação da TV ainda apresentam visões distintas sobre o último debate presidencial antes do segundo turno das eleições no Brasil.

Débora Bloch e Paulo Betti interpretam os jornalistas Paula e Marcos. (Divulgação).
Leia Mais
Espaço O Poste reabre as portas ao público após dois anos fechado por causa da pandemia