Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.

O Cinema da Fundação e a Aliança Palestina Recife promovem a exibição e debate do longa Cinco Câmeras Quebradas, indicado ao Oscar de 2013 como melhor documentário. Um dos diretores, o palestino Emad Burnat, vem ao Recife especialmente para discutir questões levantadas pelo filme.

A exibição e debate será quinta (9) às 19 horas no Cinema da Fundação, no Recife. A entrada é franca. Durante o evento, a Aliança arrecadará bolas de futebol para serem doadas às crianças palestinas

O premiado documentário Cinco Câmeras Quebradas (Five Broken Cameras), dirigido pelo palestino Emad Burnat e pelo israelense Guy Davidi, mostra o registro do cotidiano dos palestinos na luta contra a destruição de aldeias para construção de assentamentos.

No longa o cameraman autodidata Burnat tem cinco câmeras danificadas pelo exército de Israel, em diferentes momentos. Ele acaba se aproximando do cineasta israelense Guy Davidi em 2009, que o ajuda a editar o material. Juntos eles receberam diversos prêmios pelo mundo e chamaram atenção para a necessidade de uma coexistência pacífica entre os dois povos na região.

Após a exibição acontecerá um debate com o diretor palestino, que está no Brasil promovendo o filme, Roberto Martins (Sociólogo da UFPE), o cineasta pernambucano Marcelo Pedroso, Cleiton Barros (Coque – NEIMFA) e do Padre Thiago Thorbly, da Pastoral da Terra. A mediação será do jornalista e crítico André Dib.

Este é um evento promovido pela Aliança Palestina Recife, fundada por pernambucanos e descendentes de palestinos em julho de 2014, durante o massacre promovido por Israel em Gaza. Desde então, a Aliança promove ações para divulgar a situação vivida pelo povo palestino desde 1948, bem como arrecadar doações que são enviadas diretamente para as aldeias nos territórios ocupados.

https://www.youtube.com/watch?v=XID_UuxiGxM

Leia Mais
Chris Rock fala sobre tapa após vídeo de Will Smith se desculpando: “ninguém vai ouvir as verdadeiras vítimas”