Manual do Minotauro reúne mais de 1500 tiras de Laerte em sua fase mais inovadora

As tiras, reunidas pela primeira vez, marcam uma fase mais experimental e livre da artista, sem personagens fixos

Foto: Divulgação.

As tiras de Laerte publicadas entre 2004 e 2015 serão reunidas pela primeira vez em livro na coletânea Manual do Minotauro, que sai pelo Quadrinhos na Cia, selo da Companhia das Letras. São mais de 1500 trabalhos que marcam uma fase mais experimental e livre da artista, sem personagens fixos.

Quando começou a publicar essas tiras, em 2004, Laerte já era uma das mais famosas cartunistas do país e mantinha um espaço fixo na Folha de S. Paulo com a tira Piratas do Tietê. A série virou o Manual do Minotauro quando a artista decidiu abandonar os elementos clássicos da tira de humor, como o arremate cômico e os personagens recorrentes e passou a apostar em temas filosóficos, metafísicos, com uma veia poética.

O estilo da narrativa e o desenho de Laerte, portanto, se mantiveram intactos: conciso, linhas bem definidas e um texto econômico, direto. A partir desse estilo já tão conhecido, a artista explorou diversas possibilidades nas tiras que a levaram a uma de suas fases mais interessantes da carreira.

A coletânea de tiras da Companhia das Letras terá 416 páginas e custa R$ 99,90. O prazo para entrega é julho deste ano.

Comprando através dos links aqui na Revista O Grito! podemos receber comissões pelas vendas. Isto ajuda a manter o site no ar.

Leia Mais
HQ Milady 3000 traz ação em meio aos escombros da aristocracia espacial