As tiras de publicadas entre 2004 e 2015 serão reunidas pela primeira vez em livro na coletânea Manual do Minotauro, que sai pelo Quadrinhos na Cia, selo da Companhia das Letras. São mais de 1500 trabalhos que marcam uma fase mais experimental e livre da artista, sem personagens fixos.

Quando começou a publicar essas tiras, em 2004, Laerte já era uma das mais famosas cartunistas do país e mantinha um espaço fixo na Folha de S. Paulo com a tira Piratas do Tietê. A série virou o Manual do Minotauro quando a artista decidiu abandonar os elementos clássicos da tira de humor, como o arremate cômico e os personagens recorrentes e passou a apostar em temas filosóficos, metafísicos, com uma veia poética.

O estilo da narrativa e o desenho de Laerte, portanto, se mantiveram intactos: conciso, linhas bem definidas e um texto econômico, direto. A partir desse estilo já tão conhecido, a artista explorou diversas possibilidades nas tiras que a levaram a uma de suas fases mais interessantes da carreira.

A coletânea de tiras da Companhia das Letras terá 416 páginas e custa R$ 99,90. O prazo para entrega é julho deste ano.

Resenhas de HQs: Jovens Titãs -Ravena, Becky Cloonan, Jason, Destino Adiado, Olympia, e Laerte Total

JOVENS TITÃS: RAVENAKami Garcia e Gabriel Picolo[Panini Comics, 192 páginas, R$ 32,90 / 2020]Tradução de Érico Assis O livro inaugura no Brasil o selo de publicações da DC Comics focada no público adolescente, a DC Graphic Novels For Teens. A estratégia foi convidar escritores best-seller da literatura juvenil para pensar narrativas mais livres com os personagens da editora, sem a necessidade de conhecer detalhes de cronologia ou sagas. Com focos em novos leitores, essa coleção tem trazido histórias bem interessantes […]

Read more

Comprando através dos links aqui na Revista O Grito! podemos receber comissões pelas vendas. Isto ajuda a manter o site no ar.

Leia Mais
Nova HQ de Dave McKean inicia novo universo sobrenatural