Marte Um é o filme escolhido para representar o Brasil no Oscar 2023

Filme disputa uma vaga para a indicação na categoria de Melhor Filme Internacional

Filme acompanha a trajetória de Deivid na conquista de um sonho. (Divulgação).

A seleção feita pela Academia Brasileira de Cinema e Artes Audiovisuais decidiu que o longa Marte Um, de Gabriel Martins, será o representante do país no Oscar 2023. Após uma semifinal com: A Mãe, de Cristiano Burlan; A Viagem de Pedro, de Laís Bodanzky; Carvão, de Carolina Markowicz; Pacificado, de Paxton Winter e Paloma, de Marcelo Gomes, o selecionado vai disputar uma indicação na categoria de Melhor Filme Internacional da Premiação.

“Essa seleção é o resultado do trabalho de muita gente, e eu acho que esse é o sentimento mais importante, pois Marte Um definitivamente não é um filme que está caminhando sozinho, é o trabalho de muita gente que quer que esse filme voe longe e é isso que representa para mim o que o cinema brasileiro pode ser, uma força coletiva linda e resistente e que não deixa nunca de sonhar com um futuro lindo para a nossa arte.”, disse o diretor Gabriel Martins.

A conquista representa um marco, quando pela primeira vez no Brasil um filme de um diretor preto é escolhido para representar o país na maior premiação do cinema mundial.

Marte Um já está em cartaz em cinemas de todo o país, com distribuição da Embaúba Filmes. O enredo traz o cotidiano de uma família periférica nos últimos meses de 2018, pouco depois das eleições presidenciais. Os atores Cícero Lucas, Carlos Francisco, Rejane Faria Camila Damião vivem os personagens da trama principal que gira em torno da realização de um sonho infantil. Deivid (Cícero Lucas), o caçula da família sonha em ser astrofísico, e participar de uma missão que em 2030 irá colonizar o planeta vermelho, porém o fato de morar em periferia pode dificultar a conquista desse sonho. 

Leia Mais
Cantora australiana Betty Who lança remix ao lado de Pabllo Vittar