Marvel e DC anunciam HQs especiais para o mês do Orgulho LGBTQIA+

Editoras de quadrinhos dos EUA anunciam novos títulos para celebrar diversidade

Personagens LGBTQIA+ da DC Comics. (Divulgação).

A indústria de quadrinhos estadunidense se prepara para celebrar o mês da diversidade LGBTQIA+ no próximo mês de junho. A Marvel e a DC, as duas principais editoras de super-heróis do mundo, anunciaram títulos especiais para o mês do orgulho.

A DC Comics prepara uma antologia com mais de 100 páginas – DC Pride – estrelando os principais personagens LGBTQIA+ da editora, como Harley Quinn, Superman (Joe Kent), Robin (Tim Drake), Aquaman (Jackson Hyde), Batgirl e muito mais. A obra terá assinaturas de autores como Jadzia Axelrod, Travis G. Moore e capa de Phil Jimenez e Arif Prianto. O prefácio será assinado pela ativista e atriz Nicole Maines.

Outros livros e revistas estão previstos para chegar em junho: Galaxy: The Prettiest Star, de Jadzia Axelrod e Jess Taylor é um álbum em formato livro que introduzirá novos personagens. Estão previstos ainda Poison Ivy, uma minissérie estrelada pela Hera Venenosa assinada por G. Willow Wilson e Marcio Takara; Nubia: Queen of The Amazons, de Stephanie Williams, Alitha Martinez e Mark Morales; um especial de Tim Drake, assinado por Meghan Fitzmartin, Belén Ortega e Alberto Jimenez Alburquerque; a volta do Teen Justice, com assinatura de Meghan Fitzmartin, Belén Ortega e Alberto Jimenez Alburquerque.

Há ainda muitas capas variantes em títulos regulares da editora. A lista completa você pode ver aqui.

Já a Marvel traz como seu principal destaque a reunião dos Jovens Vingadores, popular grupo adolescente da editora que ficou conhecido por trazer personagens queers em destaque. A antologia Marvel’s Voice: Pride chega em junho e reunir vários outros personagens LGBTQIA+ da editora.

Entre as histórias presentes do gibi estarão um conto de Hercules escrito por Andrew Wheeler (fazendo sua estreia na Marvel) e desenhado por Patsy Walker e Brittney Williams, além da volta dos Jovens Vingadores que será escrita por Alyssa Wong. A editora anunciou ainda que irá revelar um novo personagem LGBT nesta antologia, que será introduzido ao universo Marvel, como aconteceu com Somnus no ano passado.

Há também diversas capas variantes e um encadernado que irá reunir os marcos LGBTs da editora, como o casamento de Estrela Polar e a primeira aparição do Capitão América Aaron Fischer. Veja a lista.

No Brasil

A Panini Comics, que publica os quadrinhos da Marvel e da DC no Brasil anunciou que lançará o especial Vozes da Marvel: Orgulho, que saiu originalmente em 2021 nos EUA. A HQ terá 160 páginas, capa dura e custará R$ 74,90. O encadernado reunirá a revista original, além de algumas outras histórias estreladas por personagens LGBTs, como a saída do armário de Estrela Polar.

A editora lança também Orgulho DC, que reúne histórias que saíram originalmente em 2021 no título DC Pride. A revista terá 144 páginas e custará R$ 36,90. Ambas sairão em maio.

A Disney anti-gay

Apesar de toda a campanha pró-LGBTQIA+ no seu braço de quadrinhos, a Disney (dona da Marvel, Pixar e LucasFilm) vem sendo acusada de boicotar cenas de afeto gay em seus filmes.

Uma carta obtida pela revista Variety e assinada por “funcionários LGBTQIA+ da Pixar e seuys aliados” denunciou que executivos da empresa mandaram que fossem feitos cortes em quase todo “momento de afeto abertamente gay, independentemente dos protestos das equipes criativas ou das lideranças da Pixar”.

Para complicar, esta semana, foi aprovada na Califórnia uma lei que restringe discussões sobre orientação sexual e identidade de gênero em salas de aula. Batizada de “Don’t Say Gay Bill”, ela agora depende apenas de aprovação do governador do estado, Ron DeSantis, que é um republicano. A nova política, portanto, deverá ser implementada.

A Marvel Studios, departamento de cinema da Marvel, que é parte da Disney, se manifestou nesta quarta (16) publicamente contra a nova lei. “Nós fortemente denunciamos qualquer e TODA legislação que infrinja o básico dos direitos humanos da comunidade LGBTQIA+. A Marvel Studios se posiciona por esperança, inclusão e força, e nós orgulhosamente estamos com a comunidade. Hoje, nos comprometemos a continuar nosso forte compromisso como aliados que promovem os valores da igualdade, aceitação e respeito.”

Leia Mais
Espetáculo Ópera da Serra retorna com edição repleta de atrações e homenagem à Niède Guidon