Edição de Paulo Floro e Tulio Vasconcelos

Os anos 2010 se encerram em meio a um atribulado cenário político e social. E essas tensões se refletem no trabalho autoral dos artistas desses dez anos que encerram. As mudanças sociais, de comportamento e até mesmo a tecnologia foram transpostas para as sonoridades dos mais diversos gêneros, instigando uma inovação como há muito não se via.

Nos anos 10 a música esteve sempre na vanguarda de debates importantes. Artistas de diferentes gêneros trouxeram para o campo poético inquietações que ressoavam direto nas vivências de seus públicos: racismo, violência de gênero, homofobia, imigração, questões do corpo, sexo, direito à cidade e tudo o mais que apareceu nesses anos tão intensos. Nenhuma batida é neutra.

De Beyoncé ao Helado Negro, de Karina Buhr à Kelela, artistas diferentes em estatura e estilo levantaram temas que dizem muito sobre a música feita nesses últimos dez anos. Mas, se por um lado a política foi um aspecto relevante nesse conjunto de anos que passou, a estética também foi algo interessante de se ouvir.

O rap explodiu em popularidade e encabeçou tanto as inovações sonoras quanto os debates mais urgentes, como pôde ser visto no som de nomes como Kendrick Lamar e suas rimas sobre violência policial e racismo. Vimos ainda um amálgama ainda maior com gêneros como jazz, soul e eletrônica. O pop também atingiu um outro patamar através do interesse de jovens artistas em se descolar de referências dos anos 80 e 90 para buscar novos formatos, caso de Ariana Grande e Billie Eilish.

Tivemos ainda a explosão do pop brasileiro: nomes como Ludmilla, IZA, Pabllo Vittar, Letrux e vários outros buscaram nos gêneros populares como funk, pagode e brega para propor sonoridades autênticas, o que se distancia de formatos já bastante experimentados do mainstream gringo. O funk foi nosso maior representante de uma originalidade sonora local e vimos o sucesso de diferentes vertentes, do brega funk recifense ao 150 bpm carioca. MC Fióti, Schevchenko e Elloco e Heavy Baile são alguns dos nomes que se tornaram estrelas do gênero.

Em nossa lista de levamos em conta todas essas questões para elaborar uma lista que desse conta desse panorama da música nesses dez anos que passaram. O impacto dos artistas, a originalidade, a ressonância cultural e a importância adquirida em todo esse tempo foram parâmetros que levamos em conta para montar essa difícil lista de 100 faixas.

Leia Mais
As melhores músicas de 2019

Siga nosso perfil no Spotify, pois estamos sempre postando novidades por lá. Temos uma playlist semanal com uma curadoria de novas músicas lançadas recentemente. E siga essa playlist dos anos 10.

100
Autre Ne Veut – “Play By Play”

99
Natalia Lafourcade -“Hasta La Raíz”

98
Carne Doce – “Nova Nova”

97
Kali Uchis com Tyler The Creator – “After The Storm”

96
Kelela – “Frontline”

95
Tinariwen – “Sastanàqqàm”

94
IZA – “Dona de Mim”

93
Taylor Swift – “All Too Well”

92
Big Thief – “Cattails”

91
Siba – “Preparando o Salto”

Travis Scott e Drake em SICKO MODE.

90
Travis Scott com Drake – “SICKO MODE”

89
Nástio Mosquito – “Hilário”

88
Migos com Lil Uzi Vert – “Bad And Boujee”

87
SZA – “Love Galore” Feat. Travis Scott

86
Azealia Banks – “212”

85
M83 – “Midnight City”

84
The 1975 — “Love It If We Made It”

83
LCD Soundsystem – “Dance Yrself Clean”

82
Disclosure com Sam Smith – “Latch”

81
Helado Negro – “Running”

80
Clairo – “Bags”

79
Peggy Gou – “Starry Night – Original Mix”

78
Gal Costa – “Neguinho”

77
Fleet Foxes – “Helplessness Blues”

76
Gaby Amarantos – “Ex Mai Love”

75
Boogarins – “Foimal”

74
Carly Rae Jepson – “Call Me Maybe”

73
Ludmilla – “Verdinha”

72
Deafheaven – “Dream House”

71
Tulipa Ruiz – “Efêmera”

David Bowie.

70
David Bowie – “The Stars (Are Out Tonight)”

69
Arcade Fire – “Reflektor”

68
ANOHNI – “Drone Bomb Me”

67
Otto – “Crua”

66
Rincon Sapiência – “Ponta de Lança (Verso Livre)”

65
The National – “Bloodbuzz Ohio”

64
Adele – “Someone Like You”

63
Beach House – “Myth”

62
Linna da Quebrada – “Submissa do 7º Dia”

61
MC Tha – “Rito de Passá”

Shevchenko e Elloco: (Divulgação).

60
Shevchenko e Elloco com Biel XCamoso – “Gera Bactéria”

59
Lizzo – “Juice”

58
SOPHIE – “BIPP”

57
Future Islands – “Seasons (Wainting On You)”

56
Destroyer – “Kaputt”

55
Janelle Monáe com Big Boi – “Tightrope”

54
Nicki Minaj – “Super Bass”

53
Sky Ferreira – “Everything Is Embarrasing”

52
Ariel Pink – “Round and Round”

51
Ava Rocha – “Boca do Céu”

50
Frank Ocean – “Pyramids”

49
Radiohead – “Present Tense”

48
D’Angelo – “The Charade”

47
Heavy Baile com CH da Z.O., MC Baby Perigosa – “Grelinho de Diamante (Brega Funk Remix)”

46
BTS part. Halsey – “Boy With Luv”

45
Criolo – “Subirusdoistiozin”

44
Bule – “coro”

43
Liniker e os Caramelows – “Zero”

42
Ariana Grande – “thank u next”

41
Charli XCX – “Track 10”

40
Fiona Apple – “Every Single Night”

39
Chance The Rapper part. Lil Wayne e 2 Chainz – “No Problem”

38
Lorde – “Green Light”

37
Cardi B — “Bodak Yellow”

36
Johnny Hooker – “Amor Marginal”

Karina Buhr. (Foto: Priscilla Buhr).

35
Karina Bühr – “Rimã”

34
Drake – “Hotline Bling”

33
Mitski — “Your Best American Girl”

32
Oumou Sangaré – Kamelemba”

31
Baco Exu do Blues – “Te Amo Disgraça”

30
Childish Gambino — “Redbone”

29
Tame Impala – “The Less I Know The Better”

28
Daft Punk – “Get Lucky”

27
Kanye West – “Runaway feat. Pusha T.”

26
Vampire Weekend – “Hannah Hunt”

25
MGMT – “Me and Michael”

24
Emicida part. Larissa Luz e Fernanda Montenegro – “Ismália”

Billie Eilish. (Reprodução).

23
Billie Eilish – “bad guy”

22
Luiza Lian – “Azul Moderno”

21
Letrux – “Ninguém Perguntou Por Você”

20
MC Fioti – “Bum Bum Tam Tam”

19
FKA twigs – “cellophane”

18
Tyler The Creator com Kali Uchis – “See You Again”

17
Rihanna com Drake – “Work”

16
Lana Del Rey — “Mariners Apartment Complex”

15
Djonga com BK – “O Mundo É Nosso”

14
Metá Metá – “São Jorge”

13
Pabllo Vittar – “Amor de Que”

12
ROSALÍA – “MALAMENTE Cap. 1: Augurio”

11
Céu – “Retrovisor”

10
Grimes – “Oblivion”

09
Solange – “Cranes In The Sky”

08
Frank Ocean – “Nights”

07
M.I.A. – “Bad Girls”

06
BaianaSystem – “DuasCidades”

05
Emicida com Rael – “Levanta e Anda”

04
Beyoncé – “Formation”

03
Robyn – “Dancing On My Own”

02
Elza Soares – “A Mulher do Fim do Mundo”

01
Kendrick Lamar – “Alright”

Leia Mais
Mulungu fala do autocuidado LGBTQIA+ no novo single “A boiar”