Antecipando a inédita “”, acaba de divulgar uma versão desplugada para a faixa que celebra o amor queer. 

“Essa música me veio em um momento que eu precisava de esperança. Em tempos de pandemia, todos precisamos e quero poder espalhar esse sentimento. Por isso, abrir minha intimidade e declarar essa relação amorosa, celebrando toda troca, cumplicidade e confiança depositada, é mostrar que o afeto é – e sempre será – o que vai salvar as pessoas”, declara a artista. 

Embalada por um ritmo mais animado do que a maioria de suas composições, “Ventre Vértice” encontra suas maiores influências em nomes como Cássia Eller, Cazuza e Nando Reis.      

Leia Mais
Prêmio Jabuti 2020 tem Chico Buarque, Djamila Ribeiro, Chico Felitti e Maria Valéria Rezende entre os finalistas; veja lista completa