A quadrinista e ilustradora argentina faleceu no último dia 20 de março, aos 70 anos. Ela se destacou nas artes gráficas e foi a primeira mulher a participar da famosa revista argentina Fierro, além de atuar no mercado editorial infantil.

Filha de Alberto Breccia e irmã de Enrique Breccia e Patricia Breccia, Cristina fez adaptações de obras de William Shakespeare, que foram editadas nos anos 1980 na Europa. Ela fez trabalhos para revistas como a italiana Pimpa e com a editora Atlântida, quase sempre com ilustrações.

Foi casada com Norberto Buscaglia, com quem colaborou em alguns quadrinhos.

Seu universo criativo era bastante inspirado pelos contos de fada, elementos oníricos e seu estilo era bastante dramático e com forte inspiração barroca.

Sua causa da morte não foi divulgada. (Com informações da Tebeosfera).

Leia Mais
Veneta anuncia novas HQs de Joe Sacco, João Pinheiro, Simon Hanselmann e Robert Crumb