O cartunista paraibano Cristóvam Tadeu morreu no último sábado (8), em João Pessoa, aos 55 anos. A suspeita é que tenha tido um ataque cardíaco enquanto dormia. As informações são do Universo HQ.

Tadeu era também comediante, conhecido sobretudo pelas imitações que fazia e também roteirista e diretor de teatro. Seu personagem mais famoso nos quadrinhos é Bartolo, um bêbado que destilava seus problemas para um dono de bar.

Nascido em Cajazeiras, no sertão da Paraíba, o autor começou cedo na carreira, Tadeu começou a carreira no extinto jornal O Norte, aos 12 anos. Entre seus personagens e séries estavam Lampirão, um paródia do mais famoso cangaceiro do Brasil e Baratos Afins, que mostrava o cotidiano de baratas. No humor ele atuou em programas da Band e Record, além de muitas participações no teatro.

A editora paraibana Marca de Fantasia lançou uma compilação de tiras de Tadeu em 1998.

Leia Mais
Quadrinista brasileira acusa de plágio nova série 1899, da Netflix