Morre Jô Soares, comediante, apresentador e escritor, aos 84 anos

O artista foi um grande ícone na cultura brasileira, criando personagens que fazem parte do imaginário coletivo e foram eternizados pelo público

JÔ Soares/ Reprodução TV Globo

José Eugênio Soares, conhecido em todo o Brasil apenas como Jô Soares morreu de causas ainda não divulgadas na madrugada desta sexta-feira (5), no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Em nota, o hospital afirmou que ele estava internado desde o dia 28 de julho e vinha sendo acompanhado pela equipe médica.

O falecimento do artista aos 84 anos foi confirmado pela sua ex-esposa Flávia Pedras através de um post no Instagram, onde homenageia o companheiro e manda um recado para os fãs.

“Aqueles que através dos seus mais de 60 anos de carreira tenham se divertido com seus personagens, repetido seus bordões, sorrido com a inteligência afiada desse vocacionado comediante, celebrem, façam um brinde à sua vida. A vida de um cara apaixonado pelo país aonde nasceu e escolheu viver, para tentar transformar, através do riso, num lugar melhor”, escreveu Flávia.

Ela explicou também que o funeral será realizado de forma particular, apenas para membros da família e amigos próximos.

Filho único, Jô queria ser diplomata, mas depois se enveredou pelo campo do entretenimento e começou sua atuação nas rádios. Fez sua estreia na televisão logo depois e cada vez mais, se firmava como uma grande personalidade nacional.

Em 1981, o comediante teve o seu primeiro programa solo na Rede Globo, “Viva o Gordo”, onde agia de maneira mais independente e realizava suas sátiras e piadas como em um show solo. Jô contava com uma filmografia extensa, com programas de comédia e de entrevistas, especiais, entre outros, além de possuir livros publicados, ter atuado em projetos televisivos e programas de rádio.

A morte do apresentador repercutiu nas redes sociais com grande pesar dos admiradores.

Laerte, uma das mais importantes quadrinistas do Brasil, escreveu que em entrevista com Jô Soares, foi chamada no feminino pela primeira vez.

A cantora Gal Costa, escreveu sobre a saudade que sentirá e o rei do futebol, Pelé, publicou um tweet admirando o grande amigo.

https://twitter.com/GalCosta/status/1555505494189654016

Leia Mais
The 1975 retorna com o novo single Part Of The Band