Morre o quadrinista britânico Garry Leach, artista da HQ Miracleman

Seu trabalho com Miracleman, ao lado de Alan Moore, ajudou a revitalizar o gênero super-heróis

Uma das cenas mais famosas da HQ Miracleman. (Divulgação)

O artista britânico Garry Leach faleceu no último sábado (26), aos 67 anos, segundo uma publicação em seu site oficial. Um dos mais frequentes colaboradores da icônica revista em quadrinhos 2000AD, ele ficou conhecido por revitalizar o personagem Miracleman, ao lado de Alan Moore. As causas da morte não foram informadas.

Nascido em 1954, Leach começou a carreira na 2000AD em 1978. Ele atuou em diferentes títulos, incluindo uma passagem pelo gibi do Juiz Dredd. Mas seu grande momento se deu com a participação na série de Marvelman, ao lado de Alan Moore, em 1981 (a HQ se chamaria Miracleman anos depois por conta de disputas de direitos autorais).

Miracleman, que vem sendo republicado no Brasil pela Panini, tem sido apontado hoje como um dos quadrinhos mais importantes para o gênero super-herói e um dos clássicos das HQs como um todo.

Ele ainda atuou como diretor de arte e ilustrador.

Leach era conhecido por seu estilo incrivelmente detalhista e por seu traço encorpado. Pessoas próximas a ele e colegas de profissão afirmavam que o autor chegava a demorar dias em uma única página tamanho o seu perfeccionismo.

Leia Mais
Chico César mescla ritmos brasileiros e africanos no novo álbum Vestido de Amor