Morre o quadrinista Richard Corben, mestre dos quadrinhos de horror e fantasia

Vencedor do Grand Prix de Angoulême em 2018, autor norte-americano faleceu aos 80 anos

Foto: Dana Corben/Reprodução Grand Prix de Angoulême.

O quadrinista e ilustrador norte-americano Richard Corben morreu após uma cirurgia no coração no último dia 2 de dezembro, aos 80 anos. A informação foi divulgada nesta quinta (10) por sua mulher, Dana Corben.

Considerado um dos mestres dos quadrinhos mundiais, Corben ficou conhecido pelo seu estilo expressionista e por seus trabalhos ligados aos gêneros horror e fantasia. Entre seus trabalhos mais conhecidos estão Creepy, Vampirella e Hellboy.

Nascido no dia 1º de outubro de 1940 em Kansas City, Richard Corben começou a trabalhar no final dos anos 1960 em publicações de horror e fantasia. Nos anos 1970 colaborou em títulos como Creepy, 1984 e na prestigiada revista francesa Métal Hurlant, ao lado de nomes como Moebius. Trabalhou ainda para a versão americana do título, a Heavy Metal.

Corben também atuou no mercado mainstream das grandes editoras, como a DC Comics, onde ilustrou Hellblazer e na Marvel Comics, onde atuou HQs do Justiceiro e Motoqueiro Fantasma. Na Dark Horse colaborou com Mike Mignola na série Hellboy. A editora Mino lançou recentemente no Brasil a obra Ragemoor.

Corben entrou para o Will Eisner Hall of Fame em 2012 e recebeu o Grand Prix do Festival de Angoulême, em 2018.

Leia Mais
Tasha e Tracie, novidades do hip hop BR, se apresentam pela primeira vez no Recife