Foto: Reprodução/ObviousLounge.
Foto: Reprodução/ObviousLounge.

Morreu o escritor colombiano Gabriel García Marquez, aos 87 anos, nesta quinta (17), em sua casa no Novo México, no México. Ele sofria de um câncer que atingia pulmões, fígado e gânglios e estava bastante doente após uma metástase. Há vários meses ele recebia apenas tratamento paliativo.

Leia Mais
Gabriel García Márquez foi militante do jornalismo latino
7 vídeos com Gabriel García Marquez

García Marquez venceu o Prêmio Nobel de Literatura em 1982, quando já era um dos maiores nomes da literatura da América Latina. Entre seus livros mais famosos estão Cem Anos de Solidão (1967), Crônica de Uma Morte Anunciada (1981) e O Amor nos Tempos do Cólera (1985). Ele ficou conhecido pelo que ficou conhecido como realismo fantástico.

Considerado o maior gênio latino-americano do século 20, García Marquez também foi lembrado por sua militância política. Chegou a ser perseguido pela CIA por causa de sua ligação com o cubano Fidel Castro. Ele se mudou para o México em 1994 depois de diversos embates com o governo de seu país natal, a Colômbia. Também foi jornalista, tendo trabalhado como correspondente em Nova York.

García Márquez nasceu na pequena cidade de Aracataca, na Colômbia. Durante a infância, teve contato com a literatura clássica de Mil e Uma Noites. Aos 20 anos, partiu para Bogotá, onde estudou direito e ciências políticas na Universidade Nacional da Colômbia – nunca completados.

Se casou em 1958, com quem teve dois filhos. Depois da vitória do Nobel e da criação da Fundação Nuevo Periodismo, Gabo anunciou a aposentadoria em 2009, quando disse que não mais publicaria livros. Em 2012, foi detectado uma demência, confirmado por seu irmão.

Veja a lista completa de obras de García Márquez:

O enterro do diabo: A revoada (La Hojarasca) (1955)
Maria dos prazeres
Relato de um náufrago
A sesta de terça-feira
Ninguém escreve ao coronel (1961)
Os funerais da mamãe grande
Má hora: o veneno da madrugada
Cem anos de solidão (1967)
A última viagem do navio fantasma
Entre amigos
A incrível e triste história de Cândida Eréndira e sua avó desalmada
Um senhor muito velho com umas asas enormes
Olhos de cão azul
O outono do Patriarca
Como contar um conto (1947-1972)
Crônica de uma morte anunciada (1981)
Textos do caribe
Cheiro de goiaba
O verão feliz da senhora Forbes
O Amor nos tempos do cólera (1985)
A aventura de Miguel Littín Clandestino no Chile
O general em seu labirinto
Doze contos peregrinos (1992)
Do amor e outros demônios (1994)
Notícia de um sequestro
Obra periodística 1: Textos Andinos
Obra periodística 3: Da Europa e América
Viver para contar
Memória de minhas putas tristes
Obra Jornalística 5: Crónicas, 1961-1984

Leia Mais
Um papo com Chico Felitti, autor dos livros “A Casa” e “Ricardo & Vânia”