MOV – Festival de Cinema Universitário retoma edição presencial no Teatro do Parque

A produção do festival recebeu mais de mil inscrições de diferentes estados brasileiros, além do exterior

Público em uma das edições anteriores, ainda no São Luiz. (Foto: Tiago Calazans/Divulgação).

O MOV – Festival Internacional de Cinema Universitário de Pernambuco retoma suas atividades no formato presencial e, entre os dias 7 e 9 de novembro, ocupa o Teatro do Parque (Recife), e de 10 a 17, em versão on-line (mov-festival.com). Esta é a quinta edição do evento, que tem incentivo do Funcultura.

Ao todo, a produção do festival recebeu mais de mil inscrições de diferentes estados brasileiros, além de obras produzidas no exterior. Para a Mostra Competitiva, foram selecionados 35 trabalhos com temáticas que refletem questões urgentes da contemporaneidade.

Com curadoria de Ariana Nuala, Gabriela Alcântara, Douglas Henrique e Pedro Ferreira, a Mostra Competitiva é composta por produções finalizadas entre 2020 e 2022, em um recorte temporal que permite vislumbrar diferentes fases da pandemia e como a crise sanitária e política que atingiu o Brasil atravessou a sensibilidade dos jovens criadores. Na seleção, há uma grande diversidade de gênero cinematográfico, além de representatividade entre os realizadores.

“O cinema universitário, por si próprio, trabalha temas urgentes, por ser feito com uma curta demanda temporal, por conta do ritmo da universidade, o que faz com que os filmes não demorem para ser feitos. Assim, tratam das questões latentes de cada momento. Os filmes escolhidos para a Mostra Competitiva chamaram a atenção da curadoria não só pelas temáticas, mas também por aspectos técnicos. Este ano, ao contrário das últimas edições, tivemos a oportunidade de observar produções que abarcam períodos muito distintos da pandemia”, observa o curador Pedro Ferreira.

Tópicos relacionados à memória, seja a partir de histórias pessoais, familiares, dos territórios e lutas, apareceram de forma proeminente nas produções. Outras temáticas recorrentes foram a precarização do trabalho, um problema que atinge fortemente a juventude, e reflexões sobre o Brasil, o que motivou a curadoria a criar uma sessão voltada para a discussão política.

Com formato híbrido, a 5ª edição do MOV terá sua programação completa, que inclui, além dos filmes, atividades formativas, divulgada em breve, através do site do evento (mov-festival.com) e das redes sociais (@movfestival).

Confira os filmes selecionados para a Mostra Competitiva do 5º MOV:

Amélia em Transe – Universidade Federal de Juiz de Fora | Dir: B.N.L. e Thaís Melo
Assustadora – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul | Dir: Letícia Maier
Cenas da Infância – Universidade Federal Fluminense | Kimberly Palermo
Como Respirar Fora d’Água – USP | Dir: Victoria Negreiros, Júlia Fávero
Pátria – Vila das Artes | Dir: Lívia Costa e Sunny Maia
Madeira de Lei – UNINASSAU | Dir: Kalor
Tô esperando você voltar – Academia Internacional de Cinema | Marina Lavarini
Mondo Cacho – Universidade Federal do Recôncavo da Bahia | Matheus Leone
Retalhos – Universidade Federal de Pernambuco | Clara Coelho e Thales Seixas
Doce Mar – FACHA | Pedro Lopes
Cabiluda – UNIAESO Centro Universitário AESO Barros Melo | aColleto, Dera Santos
Na Estrada Sem Fim Há Lampejos de Esplendor – Vila das Artes | Lívia Costa e Sunny Maia
Estática – Academia Internacional de Cinema | Gabriela Queiroz
No Caminho de Casa – Academia Internacional de Cinema | Hugo Anikulapo Lima
Como é se apaixonar – Universidade Federal de Pernambuco | Lucas Marçal e Pietra Couto
O Céu de Lá – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro | Dir: Bernardo Tavares Rosa
O Medo é um Efeito Colateral – UNIAESO Centro Universitário AESO Barros Melo | Dir: Alexandre Alves
Sintomático – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul | Dir Marina Pessato
Ouço Você Falando Essas Mesmas Palavras – Universidade Federal do Oeste do Paraná | Dir: Amanda Poça da Poça
Paola – Universidade Federal de Pernambuco | Ziel Karapotó
Suíte Cachoeirana – Universidade Federal do Recôncavo da Bahia | Luan Santos
Concha de Água Doce – PUCRS | Lau Azevedo e João Pires
Minha Primeira Memória – UNIAESO Centro Universitário AESO Barros Melo | Lara Mendes Salsa
Nur – Universidade Federal de Pernambuco | Felipe Karnakis
Crescer Onde Nasce o Sol – Universidade Federal de Pernambuco | Xulia Doxágui
Paraquedas – UFSB | Dir: Meujaela Gonzaga
Onde a fé tem nos levado – Universidade Federal de Sergipe | Neto Astério
Nonada – Universidade Federal de Pernambuco | Luiz Apolinário
Um documentário brasileiro – Unicamp | Giovanni Saluotto e Isabella Ricchiero
Outras Maneiras – Universidade Federal da Paraíba | Malu Ramos
Procura-se Bixas Pretas – UFBA | Vinícius Eliziario
Fantasma Neon – PUC | Leonardo Martinelli
Elos da Matriarca – Universidade Federal de Pernambuco | Dir: Thor de Moraes Neukranz
Puba – Universidade de Fortaleza UNIFOR | Dir: Bruno Bressam; Esther Arruda; Isaac Branco; Leão Neto
Zé Onça, relatos de uma memória – Universidade Federal do Tocantins | Dir: Túlio de Melo
Vida dentro de um melão – Universidade Federal de Juiz de Fora | Dir: Helena Frade

Serviço
5º MOV – Festival Internacional de Cinema Universitário de Pernambuco
Realização: de 7 a 9 de novembro, no Teatro do Parque (Rua do Hospício, 81, Recife) e de 10 a de 17 novembro, online
Dúvidas e informações: mov-festival.com e movfilmfestival@gmail.com

Leia Mais
Resp traz roteiro de ficção científica no novo disco Escama