Família de José Wilker recebe a homenagem póstuma. Foto: (Foto: Daniela Nader/Divulgação).
A grande premiada da noite, Mini Kerti, diretora de Muitos Homens num Só. (Foto: Daniela Nader/Divulgação).
A grande premiada da noite, Mini Kerti, diretora de Muitos Homens num Só. (Foto: Daniela Nader/Divulgação).

O longa carioca Muitos Homens Num Só, de Mini Kerti, foi o grande vencedor da mostra internacional de longas de ficção do 18º Cine PE. Foram dez prêmios, entre eles Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Ator (Vladmir Brichta) e Melhor Atriz (Alice Braga).

O filme Romance Policial, de Jorge Durán, levou três prêmios, entre eles o de melhor fotografia.

Leia Mais
Artigo: Cine PE mudou, mas continuou o mesmo

A cerimônia aconteceu no Teatro de Santa Isabel, no bairro de Santo Antônio, no Centro do Recife, e foi marcado pelo tom sóbrio por causa das homenagens póstumas. Antes da premiação, o festival homenageou o jornalista baiano João Carlos Sampaio, que morreu de um infarto fulminante. Ele estava na cidade para cobrir o festival.

Família de José Wilker recebe a homenagem póstuma. Foto: (Foto: Daniela Nader/Divulgação).
Família de José Wilker recebe a homenagem póstuma. Foto: (Foto: Daniela Nader/Divulgação).

A direção da Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema), da qual foi membro fundador, subiu ao palco para receber a homenagem. Quem também foi homenageado foi o ator José Wilker, morto no mês passado. A filha Isabel recebeu a Calunga especial.

A outra homenagem foi para o longa Deus e o Diabo na Terra do Sol, que completou 50 anos.

Confira a premiação da Mostra Festival de Cinema de Ficção Internacional:
(Longas-Metragens)

-Melhor Filme: Muitos Homens num Só (RJ-Brasil)
-Melhor Direção: Mini Kerti (Muitos Homens num Só/RJ-Brasil)
-Melhor Roteiro: Leandro Assis (Muitos Homens num Só/RJ-Brasil)
-Melhor Fotografia: Luis Abramo (Romance Policial/Brasil)
-Melhor Montagem: Mirco Garrone (Anni Felici/Itália)
-Melhor Edição de Som: Tomás Além (Muitos Homens num Só/RJ-Brasil)
-Melhor Trilha Sonora: Dado Vilalobos (Muitos Homens num Só/RJ-Brasil)
-Melhor Direção de Arte: Kiti Duarte ((Muitos Homens num Só/RJ-Brasil)
-Melhor Ator: Vladmir Brichta (Muitos Homens num Só/RJ-Brasil)
-Melhor Atriz: Alice Braga (Muitos Homens num Só/RJ-Brasil)
-Melhor Ator Coadjuvante: Alvaro Rudolphy (Romance Policial/Brasil) e Pedro Brício (Muitos Homens num Só/RJ-Brasil)
-Melhor Atriz Coadjuvante: Roxana Campos (Romance Policial/Brasil) e Pia Engleberth (Anni Felice/Itália)
-Prêmio Júri Popular: Muitos Homens num Só (RJ-Brasil), com direção de Mini Kerti
-Prêmio ABRACINE: E Agora? Lembra-me (Portugal)-

-Menção Honrosa: O Menino no Espelho (MG/Brasil), de Guilherme Fiúza Zenha, por ampliar a proposta de uma produção brasileira que destaca fatos da história nacional para um público infantil.

-Menção Honrosa: Para o elenco infantil dos filmes Anni Felici (Itália), de Daniele Lucheti, e O Menino no Espelho (MG/Brasil), de Guilherme Fiúza Zenha em especial para Lino Facioli.

-Menção Honrosa: Para o filme Mundo Deserto de Almas Negras, de Ruy Veridiano (SP/Brasil) pela inventividade e ousadia ao construir um filme que utiliza o espírito DJ na construção de sua narrativa.

Leia Mais
CCXP Awards anuncia lista de indicados e abre votação da sua primeira edição