adoniran2

Canções inéditas de Adoniran Barbosa serão lançadas 34 anos após morte do compositor em um box especial com CD e DVD. O lançamento celebra também os 100 anos do Samba e estará disponível a partir de 25 de novembro em lojas físicas e digitais, além de plataformas de streaming.

Se Assoprar, Posso Acender de Novo traz partituras nunca antes musicadas do cantor paulista interpretadas por nomes da música brasileira, como Ney Matogrosso, Liniker, Criolo e Fernanda Takai. O nome do álbum é uma referência ao verso de “Já Fui Uma Brasa”, faixa lançada já no final de sua carreira, quando os ritmos da Jovem Guarda ameaçavam tomar o lugar do samba no cenário musical brasileiro. A concepção do projeto foi de Cassio Pardini, produtor de cinema e sócio da Latina Estudio, que encontrou o legado inédito. O produtor musical Lucas Mayer, do selo DaFne Music, então deu vida à obra, por meio de um mergulho no universo do Adoniran.

“Fico muito feliz ao ver, finalmente, gravadas as músicas que estão editadas desde 1990, logo após o Juvenal Fernandes, grande amigo do meu pai, me procurar com muitos papeizinhos rabiscados com a letra inconfundível do Adoniran”, afirma a filha Maria Helena Rubinato Rodrigues de Sousa sobre a autenticidade das obras inéditas do pai. “Tinha a expectativa de encontrar apenas uma partitura, mas me surpreendi com essa incrível quantidade de composições. Quando o Lucas as musicou, ficamos encantados e surpresos com a qualidade da obra”, confessa Pardini, que assina a produção do DVD.

“O álbum não é apenas um disco de Samba”, afirma Lucas Mayer, destacando que Adoniran não era apenas um compositor de Samba. “Suas poesias e crônicas falam de uma São Paulo em constante mudança com uma linguagem muito simples e tocante, que o fez transitar facilmente por diferentes públicos, e a superação é um tema muito recorrente nessas canções”, explica Pardini. O artista encarava sua cidade como algo miscigenado e em tudo enxergava histórias, mesmo das coisas mais simples como sovar uma massa de pizza, ou de uma menina que passava por ele em uma fila da lotação.

adoniran

O DVD captura as gravações em estúdio de todas as faixas do disco e é uma codireção de Lucas Mayer (DaFne Music) e Pedro Serrano. Este último escreveu e dirigiu o premiado curta Dá Licença de Contar, baseado em personagens e locais célebres narrados em algumas das músicas do Adoniran. Foi a bem sucedida experiência desse projeto, entre os festivais e a crítica audiovisual, que incentivou a procura pelo acervo inédito do Adoniran. O resultado disso é uma plataforma em celebração ao artista que inclui, além do CD/DVD, um documentário biográfico e longa-metragem de ficção com lançamento previsto para 2017 e uma exposição do Acervo particular da família de Adoniran.

Leia Mais
Cantora Giovanna Moraes traz pegada rock and roll no disco Pra Tomar Coragem