Músico Yuri Villar se aprofunda nas influências latinas no EP La Horajasca

As quatro faixas do projeto expressam o sentimento de inconformismo com a situação atual do Brasil, em relação ao desmatamento da Amazônia, crise política e mazelas advindas da pandemia

Yuri Villar lança o primeiro álbum de dois previstos para este ano. Foto: Marcos Amorim. (Divulgação).

O músico carioca Yuri Villar lançou o EP La Horajasca, o primeiro de dois lançamentos planejados para este ano, expressando os sentimentos trazidos pela pandemia e fazendo alusão a situação política e ambiental atual. O novo projeto dá destaque às influências do artista na música latina em uma narrativa instrumental inspirada pelo livro homônimo, do escritor colombiano Gabriel Garcia Márquez e pelo clássico O Tempo e o Vento, de Erico Verissimo.

Com quatro faixas, La Horajasca expressa a intensidade musical de Yuri através do jazz moderno. As músicas trazem temas relevantes e improvisos que expressam o sentimento de inconformismo com a situação atual, no que diz respeito ao desmatamento da Amazônia, crise política e mazelas advindas da pandemia.

Junto a Yuri, para o instrumental do EP, estão João Bittencourt ao piano, Lourenço Vasconcellos na bateria e Adalberto Miranda no baixo elétrico, além das participações especiais do guitarrista uruguaio Leo Amuedo (Ivan Lins, Chris Botti) e do violinista Ayran Nicodemo.

A obra literária que inspirou a faixa-título do EP cita em seu prólogo a iminente chegada do progresso a um pequeno povoado, representado por um tipo de vento, que traz o cheiro de morte e destruição. O lançamento é do selo Cantores del Mundo.

Leia Mais
Banda Ponto de Equilíbrio se une ao grupo Mato Seco no novo single “Reação”