Novos nomes foram divulgados no lineup do No Ar 2021. O evento anunciou nesta sexta (11) o instrumental refinado de Amaro Freitas (Natura Musical), o pop de Martins, o trabalho performático da carioca trans Aretha Sadick, que une música, moda e teatro e o regionalismo do violão de Bella Kahun. Todos artistas pernambucanos de destaque na cena musical.

O No Ar acontece entre 11 a 23 de janeiro, online. Entre as atrações já anunciadas, estão a revelação paulistana Jup do Bairro, o trio paranaense Tuyo e o encontro inédito de Ava Rocha com Boogarins.

Em 2021, o grande destaque do festival é a série No Ar, um grande laboratório audiovisual gravado em duas etapas, na Fauhaus, em São Paulo e no Creatório, um ateliê/estúdio em Gravatá (PE). A série, que tem direção musical de Benke Ferraz, produção audiovisual da Bateu Castelo e gravação de áudio pela Fábrica Estúdios, será exibida em dois capítulos no YouTube.

Poeta e dono de uma voz arrebatadora, Martins vem de uma história na música popular de Recife. Integrou o grupo Sagaranna, em que também tocava rabeca, e hoje ele se divide entre sua carreira solo e a banda Marsa e o projeto Forró na Caixa. Lançou seu primeiro disco no ano passado pela Deck Disc, casa de nomes como Pitty e Elza Soares.

A artista performática Aretha Sadick. (Divulgação).

apresenta a performance Entre O Ori E O Aye, uma ação que recria Itans dos Orixás e a técnica do Spoken Word, um oráculo afrofuturista em que a performer se apropria dos escombros da atualidade evocando tecnologias ancestrais.

Natural de Garanhuns, compõe o time PE SQUAD desde 2018. Mas a música vem na sua vida desde a infância, com ela cantando, compondo e tocando violão, com grande incentive do pai. Sua música tem muita influência da música pernambucana. Seu primeiro disco, Crua, foi lançado este ano que ganhou uma trilogia de videoclipes.

Com apenas 28 anos, Amaro Freitas é um dos grandes pianistas e cantor da cena contemporânea brasileira. Com um sonoridade que bebeu de Capiba, Moacir Santos, Hermeto Paschoal, Egberto Gismonti, Monk, Jarret e Corea, ele traduz o baiao, o frevo, o xote, o maracatu para o jazz. Seu próximo trabalho será lançado pela Natura Musical.

Com patrocínio da Natura Musical, TNT Energy Drink, Itaipava Oi Pontes e Uninassau, o No Ar acontece de 11 a 23 de janeiro de 2021, com uma nova grade de propostas, experimentações e entretenimento. Entre as novidades, o Molotov decanta como um formato imersivo e sensorial híbrido onde dinâmicas virtuais unem música, arte, um inédito mundo 3D, workshops, mentorias, oficinas e uma série com shows inéditos de mais de 20 artistas nacionais e internacionais.

leia mais:

Leia Mais
A beleza distópica de “Veneza Triste”, faixa do rapper João Barata