No Ar Coquetel Molotov terá mais de 30 atrações e shows de Tasha & Tracie, MC Carol, GIO e UANA

Karina Buhr com a Orquestra Jovem de Pernambuco, Letrux, Don L, Marcos Valle e Djuena Tikuna também estarão na edição deste ano

Tasha & Tracie estarão no palco principal. (Foto: Natalia Folgosi).

O festival No Ar Coquetel Molotov divulgou a programação completa da edição deste ano, que acontece dia 19 de novembro, no Campus da UFPE, no Recife. Tasha & Tracie, Don L, Taxidermia, Marcos Valle, Letrux, Carabobina, MC Carol, Miss Tacacá, IVYSON com Louise França e Karina Buhr com a Orquestra Jovem de Pernambuco estão na programação.

Esta edição marca a volta do No Ar Coquetel Molotov ao Campus da UFPE, onde tudo começou. O espaço, que foi a casa do evento por mais de uma década, recebe novamente o festival em uma ocupação do espaço totalmente diferente, com quatro palcos que se dividirão entre a Concha Acústica e a área exterior da universidade.

Ao longo dos últimos dois meses o festival anunciou nomes como Letrux, que traz a participação especial de Supla em sua primeira vez no Recife, Rico Dalasam, Flora Matos, Marcos Valle, Don L, Jup do Bairro, Brasil Grime Show e Jovem Dionísio.

Entre as novidades da lista de atrações final, as gêmeas Tasha & Tracie, ativistas periféricas apontadas como uma das grandes revelações do rap nacional. Únicas brasileiras indicadas ao BET Hip Hop Awards 2022, elas também concorrem na categoria dupla do ano do Prêmio Multishow e acabaram de se apresentar no Rock in Rio.

Uana tem sido um dos nomes mais celebrados do novo pop made in PE. (Foto: Uhgo.)

O festival também destaca apresentações únicas como o encontro da Orquestra Jovem de Pernambuco com Karina Buhr abrindo a programação do Palco Natura. O show é uma bela homenagem ao maestro Rafael Garcia, fundador da orquestra, falecido no ano passado, além de celebrar os 30 anos do movimento pernambucano manguebeat.

GIO traz todo o afrofuturismo de Nebulosa Baby, segundo disco lançado no ano passado, focado no experimentalismo de uma sonoridade eletrônica minimalista, ligada à música orgânica e à tradicional canção brasileira, celebrada em seu primeiro álbum, Japanese Food (2017).

Vinda do Reino Unido com apoio do Edital Cultura Circular, Glor1a é descendente de nigerianos, jamaicanos e escoceses e inspirada pela ficção científica e folclore africano, usa essas estruturas para criar arte que desafia a sub-representação de mulheres queer de cor nesses gêneros.

Vindo de Saint-Ouen, nos subúrbios do norte de Paris, The Psychotic Monks trazem sua mistura de rock psicodélico, garage rock, post-rock, pós-punk, rock experimental e noise rock.

O festival segue dando destaque aos novos nomes do pop. É o caso da baiana Melly, que vem se destacando com seu trabalho inspirado no soul e R&B, no alto dos seus 20 anos. Cantora do povo Tikuna, a maior nação indígena do país, Djuena é uma artista da Amazônia, da região do Alto Solimões. Já Ivyson traz sua mistura de indie rock com maracatu. No show do Coquetel Molotov, ele propõe um momento especial, com a participação de Louise França, filha de Chico Science.

UANA, nome relevante da nova cena pop pernambucana, promove sua mistura de brega e bregafunk com influências contemporâneas, com beats mais eletrônicos e elementos do funk carioca. Do Espírito Santo vem Budah, com múltiplas influências que vão do R&B ao samba, do soul ao trap. E pra completar, o evento traz o olindense Léo da Bodega, que lança seu mais recente trabalho que une disco e R&B.

Palco Kamikaze

Com a curadoria de Libra, o palco eletrônico traz um recorte fresco da cena atual com apresentações de MC Carol, que fez uma apresentação apoteótica na última edição espanhola do festival Primavera Sound; do duo Taxidermia, composto pela união bombástica de Jadsa com João Milet Meirelles (BaianaSystem); o tecnomelody, tecnobrega e eletrotecno de Miss Tacacá, travesti paraense que se apresenta pela primeira vez no Recife.

Neste palco, o público também vai vibrar com Makeda, com um set de afrohouse, Afro Tech e Kuduro; o experimentalismo de KENYA 20hz; o projeto Brasil Grime Show que traz pro holofote novos nomes da cena local convidando Margot, Adelaide, Bione e Kael sem lote.

Além deles, DJs de festas já consagradas como a Festa DIP, que fomenta a cena noturna recifense abrindo espaço para DJs iniciantes e LGBTQIA+, vem com em uma participação com GUEROS, projeto artístico do caruaruense Jonata Gueiros, com produções que misturam vertentes do house music, como o acid house, vocais/elementos de funk e outras sonoridades brasileiras e o BAILE DO MARLEY, que convida Rayssa Dias e Gui da Tropa.

Som na Rural

O experimentalismo é a tônica do palco dirigido por Benke Ferraz, do Boogarins. Do projeto promovido pelo Coquetel Molotov, a Incubadora Musical de Pernambuco apresenta Mun há + Maeve + Junkie Brodis. A Incubadora Musical de Pernambuco é um projeto para auxiliar artistas emergentes do interior do estado e que teve suas etapas realizadas em julho e agosto, no Armazém da Criatividade em Caruaru.

Tocam nesta edição a dupla Carabobina, que lançou durante a pandemia seu primeiro disco e se apresenta pela primeira vez na cidade. Outro duo que também vem pela primeira vez pro Recife é o paulistano Test, com seu grindcore/death metal. No palco do Som na Rural, pela primeira vez também o encontro dos sergipanos do Cidade Dormitório com Tori. Do agreste pernambucano vem o Lado Fim do Mundo, com o seu rock “rural”. E Matheus Dalia e a cantora e compositora Bruna Alimonda trazem o projeto Dersuzalá.

O festival ainda promove o Coquetel Molotov Negócios 2022, de 16 a 18 de novembro, onde artistas e bandas poderão mostrar seu trabalho para compradores de todo o país. Esta é a quarta edição do projeto, voltado para o fortalecimento de empreendedores locais. Outro projeto que retorna é a Feira Na Laje. O projeto traz a curadoria de produtos criativos de pequenos produtores de Recife e João Pessoa nos segmentos de decoração, autocuidado, moda, armazém, papelaria, jardinagem e artes.

Com patrocínio da Natura Musical, Prefeitura do Recife e Companhia Editora de Pernambuco, apoio da Moura, Moka, Trend Mídia, Livre de Assédio, Edital Cultura Circular do Oi Futuro e British Council, a 19ª edição do No Ar Coquetel Molotov acontece ao ar livre, em 12 horas de evento.

Os ingressos do evento custam R$ 90 (terceiro lote meia), R$ 100 (terceiro lote social) e R$ 180 (terceiro lote inteira) e já estão disponíveis através do Sympla e no Barchef.

A Revista O Grito! é uma das mídias oficiais parceiras do festival, ao lado da Revista Continente, Eu Curto Recife, Hipster Recifense, Frei Caneca FM, Poline.Biz, Universitária 99.9 FM e S.O.M.

Programação:

Tasha & Tracie
Letrux (part. especial Supla)
Rico Dalasam
GIO
Flora Matos
Marcos Valle
Don L
Jup do Bairro
The Psychotic Monks
Brasil Grime Show com Margot, Adelaide, Bione e Kael sem lote Jovem Dionísio
MC Carol
Taxidermia
Carabobina
Miss Tacacá
IVYSON com Louise França
Orquestra Jovem de Pernambuco com Karina Buhr
Budah
Melly
Leo da Bodega
Djuena Tikuna
Uana
Glor1a (UK)
Lado Fim do Mundo
KENYA 20hz
Test
Makeda
Cidade Dormitório + Tori
Dersuzalá
Incubadora apresenta: Munha + Maeve + Junkie Brodis
Festa DIP convida Gueros
BAILE DO MARLEY.

Leia Mais
Banda Recreio lança perfomance ao vivo da canção “Fumaça Pura”