No Sub Reino dos Metazoários, raridade da psicodelia pernambucana, ganha reedição nacional inédita

É a primeira vez que o álbum de Marconi Notaro é remasterizado a partir da fita matriz original de 1973; o lançamento é da Fatiado Discos

(Foto: Reprodução/Instagram/Fatiado Discos).

Gravado em 1973, nos estúdios da Fábrica de Discos Rozenblit, no Recife, o emblemático No Sub Reino dos Metazoários, de Marconi Notaro, ganha agora relançamento pelo selo independente Fatiado Discos. Esta é a primeira vez que o disco do artista, considerado um dos expoentes da cena psicodélica pernambucana dos anos 1970, batizada de Udigrudi, é remasterizado a partir da fita matriz, o que, diferente das reedições estrangeiras, garante uma maior riqueza sonora e fidedignidade em relação à versão original.

Em edição limitada, o vinil está disponível no site da Fatiado Discos. Além do LP, o selo lançou também um box, que inclui o vinil; dois raros livros de poesia de Notaro, intitulados Amor, Risos e Lágrimas e Suficiente é Amar; capas para os zines Poemas do Exílio volumes 1, 2 e 3, que ele idealizou quando internado, mas que não chegou a finalizar; reprodução com manuscrito do poema “Melão não é Melancia“; cartões postais com fotos e filipeta, fornecidos pela família do artista; pôster com arte de Lula Côrtes; folder com reprodução da fita master; adesivos; e tapete de proteção para LPs. Os preços variam entre R$ 150,00 e R$ 250,00.

Leia Mais
Lã divulga clipe do indie rock “O Céu Sobre Você”