Nova geração de artistas pernambucanos, , e marcam presença no No Ar 2019. A 16ª edição do festival será realizada dia 16 de novembro no Caxangá Golf & Country Club.

Luiz Lins é um dos maiores nomes da atualidade quando se fala sobre a música e poesia nordestina. Nascido na cidade de Nazaré da Mata, fez sua estréia em 2016, com o single “Enquanto a Noite Cai”, mas a faixa “A música Mais Triste do Ano”, lançada em 2017, teve um sucesso até então nunca alcançado por um artista independente do nordeste. Ele chega ao No Ar com faixas do seu primeiro trabalho inédito, que sai este mês de novembro.

Cantora e percussionista, Siba Carvalho é outro nome anunciado para se apresentar no festival em 2019. Caminhando por uma trilha autoral ela atravessa caminhos da espiritualidade, feminismo, ancestralidade indígena, preservação socioambiental e visibilidade . Moradora de Rio Doce (bairro onde nasceu o mangue beat), ela lançou o EP Somos Um e planeja novos trabalhos que unem dub, rap e reggae.

Luiz Lins é um dos nomes mais promissores da cena local. (Foto: RFerraz).

Já Uana Mahin é cantora e compositora desde os 17 anos e lançou seu primeiro disco aos 25 como artista solo. Com referências de jazz à salsa e passando por vários elementos da música afro-brasileira, em 2016 ela lançou seu primeiro disco, Pantera. As letras compostas pela cantora abordam temas como a espiritualidade feminina e negra, união e irmandade entre mulheres, solidão da mulher negra e faz uma grande homenagem às orixás mulheres: Oyá, Oxum, Iemanjá e Obá.

Para 2019, até agora o line up do No Ar conta com Liniker & os Caramelows, Black Alien, MC Tha, a iraniana Sevdaliza, Rosa Neon e Drik Barbosa, Gui Boratto, Coppola além da festa Goptun. Os ingressos estão à venda pela Sympla e custam a partir de R$ 55.

Sem mais artigos