O novo livro do Cara-Unicórnio, o super-herói mais gay dos quadrinhos brasileiros, busca financiamento coletivo.

O personagem, criado pelo quadrinista gaúcho Adri A., nasceu como uma sátira dos super-heróis norte-americanos e retorna com novas histórias. Na trama um jovem é picado por um inseto, desenvolve novas habilidades, passa por um processo de redescoberta e assume a responsabilidade de zelar por sua vizinhança. Metade homem e metade unicórnio, o protagonista conta agora com um ajudante mirim.

Leia Mais
Papo com Mario Cesar, de Bendita Cura: gibi para combater homofobia

A primeira HQ do personagem saiu em 2018 também através de um crowdfunding. A arrecadação alcançou quase o dobro da meta inicial e o apoio de mais de 300 pessoas.

A publicação apresentou o personagem em quatro capítulos que contavam sua origem, sua atrapalhada estreia no panteão dos super-heróis de quadrinhos e introduziu alguns dos conflitos que movimentam seu universo narrativo. O segundo volume aprofunda os leitores sobre o passado e as relações do divertido protagonista, além de introduzir novos personagens.

O novo livro mantém a principal proposta da série: tratar de diversidade e promover representatividade com protagonistas LGBTI+. “A HQ continua zoando e desconstruindo clichês de super-heróis e da cultura pop, e ainda é um quadrinho de humor com momentos sensíveis e tensos, mas abordar e dar protagonismo à diversidade, ainda mais nesses dias loucos que a gente vem vivendo, tem uma importância cada vez maior”, diz Adri.

Leia mais sobre quadrinhos em nosso site na página O Grito! Quadrinhos
Os melhores quadrinhos de 2019

O novo livro do Cara-Unicórnio terá quase 200 páginas, e trará os capítulos 05 a 08, dando continuidade à narrativa apresentada na publicação de estreia. A edição prevê ainda algumas páginas de material extra, como esboços, estudos de personagens e textos sobre o processo de criação.

As categorias de contribuição se estendem de R$ 30 a R$ 830 e as recompensas vão de versão impressa e digital da obra, além de artigos como bolsa, ímã de geladeira, sketch e postal, entre outros, e a possibilidade de tornar-se um personagem em alguma futura edição do Cara-Unicórnio. Mais detalhes no Catarse.

Falando em Adri A., o quadrinista estará presente na nova edição da revista Plaf, que chega às lojas ainda este mês.,

Leia Mais
Jónsi lança primeira música inédita em uma década. Veja o clipe de “Exhale”