O disco de silêncios de Raphael Costa

O trabalho traz uma linguagem minimalista e parcerias com Juliano Holanda e Daniel Medina

Foto: Jade Mariani.

O músico pernambucano Raphael Costa apresenta seu segundo disco Das Construções, que traz parcerias como Juliano Holanda e Daniel Medina. O trabalho traz uma linguagem minimalista com canções que protagonizam o formato voz e violão, somados a precisos elementos percussivos, guitarra e paisagens sonoras.

“Este é um álbum de silêncios, de salas vazias. Do modo como foram produzidas e arranjadas as canções até a execução do meu canto, dos violões, guitarra e percussões na gravação, desejei preservar a sensação de intimidade que permeou todo o ambiente de sua gênesis. Ele nasceu de um profundo mergulho perceptivo que fiz em minha maneira de criar músicas e se desenrola no tempo como reflexo deste movimento”, explicou.

O disco, que conta com todas as faixas autorais, traz as parceria com Juliano Holanda, nas faixas “Saudade Não é Palavra”, que foi lançada como single em dezembro de 2021 e “Forte”. Já Daniel Medina participa da faixa “Das Construções”, que dá título ao álbum. Das Construções também chega acompanhado pelo filme “Sessão ao Vivo – Das Construções”, gravado no Forte das Cinco Pontas com apoio da LAB – Edital Joel Datz, que estreou online no início deste mês.

Raphael Costa iniciou sua carreira discográfica em 2018 com o lançamento do álbum “Diamante Hortelã”. O disco foi co-produzido com Marcelo Jeneci, com destaques para a parceria com Zé Manoel na canção “Dia Desses”, e a especial participação de Elba Ramalho em “Juninamente”.

Foto: Jade Mariani.
Leia Mais
Anitta faz história no VMA com show e prêmio de melhor clipe latino