A banda francesa La Femme. (Divulgação).

A banda francesa . (Divulgação).

O festival No Ar Coquetel Molotov começa neste sábado com um desafio de renovação. O evento inovou no cenário pop do Recife ao propor uma programação em que a cena emergente fosse o principal chamariz e entrou para o calendário brasileiro de festivais com uma programação sempre pautada por novidades.

Leia Mais
A programação completa do Coquetel Molotov este ano

Loja GRUDE! traz lambe-lambes de artistas como Manoel Quitério e Daaniel Araújo

Ao longo de dez anos, com shows em um grande teatro (outra diferenciação), o No Ar inicia uma nova fase com outra proposta: um festival para curtir onde as bandas não são o único destaque e onde a experiência completa vale tanto quanto um outro show imperdível. Ao se mudar para a Coudelaria Souza Leão, o festival volta a apostar alto. “Recife está passando por esse momento, de curtir a cidade, de curtir o verde. E acho que nosso modelo já apresentava um desgaste, já víamos que precisávamos mudar”, disse Ana Garcia, uma das organizadoras do festival.

E o novo No Ar convida o público a curtir o dia: os portões abrem às 15h e estão previstas diversas atividades, como performances artísticas, feira cultural, bicicletário, ações de sustentabilidade, moda, tudo isso dentro de uma enorme área verde na Zona Oeste do Recife. A dinâmica dos shows também muda bastante. Agora, as discotecagens, que rolavam na apertada Sala Cine UFPE, ganham um maior destaque com programação ao longo do dia. Estão escalados nomes como Bok Bok (UK) e FaltyDL (EUA).

Nos shows, duas bandas do cast do recém-fundado selo Skol Music abrem e fecham a programação do palco: Jaloo (PA) e (SP). O primeiro faz parte da prolífica cena atual paraense e a segunda é uma das bandas nacionais mais hypadas da atualidade. O festival traz ainda La Femme, pop psicodélico sensação da França, a cantora espanhola Russian Red e a rapper Flora Matos. Já traz ao Recife seu elogiado show em que toca o disco de estreia do Secos e Molhados (1974). E temos ainda , nome promissor da cena independente. “Fizemos uma enquete e Phill foi um dos mais pedidos”, lembrou Ana.

Phil Veras, preferido do público. (Fernanda Cuenca/Divulgação).

Phil Veras, preferido do público. (Fernanda Cuenca/Divulgação).

Performances

O artista plástico , através da sua Casa Navio, é o curador das intervenções artísticas do festival, outra novidade deste ano. O objetivo é integrar diversas possibilidades artísticas dentro do evento. Estão esperados artistas plásticos, designers, grafiteiros e profissionais criativos de diversas linguagens.

Dentre os escolhidos pela curadoria estão coletivos e artistas visuais da cidade, como o Movimento Estelita, Fridase, Dan Cabral, Edson Vogue e Anne Souza. Além disso, a Stampa Outdoor vai instalar no local um grande painel feito de material reciclado para exibir o trabalho de grafiteiros juntamente com o público.

Som da Rural

Presente nas principais ocupações de espaços urbanos da cidade, o Som na Rural, de Roger de Renor, também estará no No Ar. O projeto vai receber convidados especiais, discotecagem de artistas do projeto Skol Music, com participações aguardadas de Jaloo, DJ Thales Siqueira e os integrantes da Aldo The Band.

https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=_LlAgiHeYk4

Ingressos

Os ingressos custam R$ 60 (inteira), R$ 50 (social) e R$ 30 (meia), estando à venda na Tax (Boa Viagem e Aflitos), Barchef (Rio Mar) e no Roda Café (Recife Antigo). Para a compra de ingressos de caráter social, o público deve doar roupas e sapatos no dia do evento na entrada da Coudelaria Souza Leão. As doações serão entregues diretamente ao Movimento Pró-Criança.

Veja a programação completa:

Ingressos: R$ 60 (inteira), R$ 50 (social) e R$ 30 (meia)

SÁBADO — 11/10
* Feira Cultural
* Som na Rural e Convidados
* Performances artísticas

RBMA STAGE
15h00 — Guilherme de Paula (PE)
16h30 – Selvagem (SP)
18h00 – Jonas Rocha (RJ)
19h30 – Dago Donato (SP)
21h30 — Seixlack – Live (SP)
22h30 — Falty DL (EUA)
00h00 — Bok Bok (UK)

PALCO PRINCIPAL
17h30 — Jaloo (PA)
18h30 — La Femme (França)
19h30 — Inky + grassmass (SP / PE)
20h30 — Phil Veras (MA)
22h00 — Russian Red (Espanha)
23h00 — Flora Matos (DF)
00h00 – Karina Buhr canta Secos e Molhados
01h00 — Aldo the Band (SP)

A Aldo The Band. (Foto: José de Holanda/Divulgação).

A Aldo The Band. (Foto: José de Holanda/Divulgação).

Sem mais artigos