ai-weiwei-metal-video

Parte da internet parou nessa quarta (22) para comentar a nova “performance” do artista plástico e ativista chinês Ai Weiwei. Ele lançou o clipe de seu single de heavy metal no YouTube onde critica o governo chinês. O título em chinês pode ser traduzido como “imbecil” ou “idiota”.

Weiwei relata no vídeo os 81 dias em que ficou preso na China, em 2011, acusado de evasão fiscal. O artista se diz perseguido por causa dos diversos atos em que critica o autoritarismo do governo comunista.

Em entrevista à BBC, Weiwei disse que a inspiração para a música veio de um dos guardas, que pediu que ele cantasse. “Eu percebi que, assim como eu, os guardas estavam frustrados e só queriam ouvir uma música”, disse. No vídeo, ele tem sua cabeça raspada e depois aparece travestido como drag queen.

Proibido de sair da China, Ai Weiwei espera lançar seu disco de metal no final deste ano. O nome: A Divina Comédia. O clipe, adivinhem, está proibido na China, que também bloqueou a pesquisa do termo “Ai Weiwei” em sites de busca.

Leia Mais
Festival Virtuosi retorna ao presencial e destaca atrações femininas