orappa4

O Rappa surgiu na música brasileira com uma mistura vigorosa de reggae, hip hop e rock. Seu início, nos anos 1990, ganha especial destaque com o relançamento dos três primeiros álbuns da banda em vinil. O Rappa (1994), Rappa – Mundi (1996) e Lado B Lado A (1999) serão lançados em vinil 180 gramas em uma parceria da Warner com a Polysom.

Marcelo Falcão (vocal e guitarra), Marcelo Yuka (bateria), Xandão (backing vocals e guitarra), Marcelo Lobato (teclados, sampler e backing vocals) e Nelson Meirelles (baixo) apresentaram o primeiro álbum, homônimo, em 1994. Entre suas 16 faixas, estão sucessos como “Brixton, Bronx ou Baixada”, “Todo Camburão tem um Pouco de Navio Negreiro” e sua versão para “Take It Easy My Brother Charles”, de Jorge Ben Jor. Bezerra da Silva participa da música “Candidato Caô Caô”.

Produzido por Liminha, sem Nelson Meirelles e com Lauro Farias no baixo, Rappa-Mundi é composto por 13 faixas. O disco traz alguns dos maiores sucessos do grupo, entre eles “Vapor Barato”, “Miséria S.A.”, “Pescador de Ilusões”, “A Feira”, “Ilê Ayê (Que Bloco É Esse)” e a versão em português para “Hey Joe (Hey Joe)”, essa última com a participação de Marcelo D2.

Lado B Lado A tornou-se um dos clássicos do rock nacional e da carreira d’O Rappa. Entre as 11 faixas que o compõem estão “Minha Alma (A Paz que Eu Não Quero)”, “O Que Sobrou do Céu”, “Me Deixa”, “Tribunal de Rua”, “Cristo e Oxalá”, “A Todas as Comunidades do Engenho Novo” e “Favela”. Os discos já estão disponíveis em pré-venda e chegam às lojas na primeira semana de dezembro.

orappa

orappa2

orappa3

Ouça “A Minha Alma”

Leia Mais
Guaiamum Treloso Rural retorna ao presencial neste sábado com shows de Johnny Hooker, Jader, Potyguara Bardo e Cordel do Fogo Encantado