Dou 20 contos pra quem conseguir ouvir a voz do Bellamy nesses dois vídeos aí de cima. O primeiro está melhor porque foi gravado do alto e dá pra ouvir tudo que foi gritado e cantado pelo povo lá embaixo – o único problema é que o som trava a cada vez que o zoom é acionado. Já no segundo, dá pra sentir o “calor”, literalmente, de estar no meio da galera.

Olha, eu já fui em vários shows – alguns com bandas de, supostamente, mais sucesso do que o Muse tem hoje -, mas eu juro, juro mesmo, que nunca tinha visto uma coisa dessas na minha vida. As pessoas estava loucas, loucas, loucas. Foi assustador.

Leia Mais
Projeto Fotocartografia Litorânea traça mapeamento afetivo de praias pernambucanas