Jennifer Aniston conquistou críticos com personagem fora de seu escopo em Cake. (Divulgação).
Jennifer Aniston conquistou críticos com personagem fora de seu escopo em Cake. (Divulgação).
Jennifer Aniston conquistou críticos com personagem fora de seu escopo em Cake. (Divulgação).

O Screen Actors Guild Awards, ou SAG Awards, inaugura a temporada de premiações que culmina com a entrega do Oscar. O troféu é entregue pelo sindicato dos atores que trabalham em Hollywood e premia tanto cinema quanto TV. O anúncio dos indicados aconteceu nesta quarta (10) em Los Angeles.

A comédia de humor negro Birdman, ainda inédita no Brasil, foi a mais indicada, quatro ao todo. Em seguida vêm Boyhood: da Infância à Juventude, o biográfico A Teoria de Tudo e o thriller O Jogo da Imitação com três indicações cada um. Todos esses receberam também indicação por Melhor Elenco, ao lado de O Grande Hotel Budapeste.

Entre as interpretações destaque para Jennifer Aniston, em geral esquecida nas grandes premiações, que foi lembrada por seu papel em Cake. Na categoria ainda estão Felicity Jones (A Teoria de Tudo), Julianne Moore (Para Sempre Alice), Reese Witherspoon (Livre) e Rosamund Pike (Garota Exemplar). Entre os homens competem Benedict Cumberbatch (O Jogo da Imitação), Eddie Redmayne (A Teoria de Tudo), Jake Gyllenhaal (O Abutre), Michael Keaton (Birdman) e Steve Carell (Foxcatcher – Uma História Que Chocou o Mundo).

O SAG Awards acontecerá no dia 21 de janeiro.

CINEMA

MELHOR ELENCO

Birdman
Boyhood – Da Infância à Juventude
O Grande Hotel Budapeste
O Jogo da Imitação
A Teoria de Tudo

MELHOR ATOR

Benedict Cumberbatch (O Jogo da Imitação)
Eddie Redmayne (A Teoria de Tudo)
Jake Gyllenhaal (O Abutre)
Michael Keaton (Birdman)
Steve Carell (Foxcatcher – Uma História Que Chocou o Mundo)

MELHOR ATRIZ

Felicity Jones (A Teoria de Tudo)
Jennifer Aniston (Cake)
Julianne Moore (Para Sempre Alice)
Reese Witherspoon (Livre)
Rosamund Pike (Garota Exemplar)

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Edward Norton (Birdman)
Ethan Hawke (Boyhood – Da Infância à Juventude)
J.K. Simmons (Whiplash – Em Busca da Perfeição)
Mark Ruffalo (Foxcatcher – Uma História Que Chocou o Mundo)
Robert Duvall (O Juiz)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Emma Stone (Birdman)
Keira Knightley (O Jogo da Imitação)
Meryl Streep (Caminhos da Floresta)
Naomi Watts (Um Santo Vizinho)
Patricia Arquette (Boyhood – Da Infância à Juventude)

MELHOR EQUIPE DE DUBLÊS

Corações de Ferro
Invencível
James Brown
O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos
X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido

TELEVISÃO

MELHOR ELENCO – DRAMA

Boardwalk Empire
Downton Abbey
Game of Thrones
Homeland
House of Cards

MELHOR ELENCO – COMÉDIA

Brooklyn Nine-Nine
Modern Family
Orange is The New Black
The Big Bang Theory
Veep

MELHOR ATOR – DRAMA

Kevin Spacey (House of Cards)
Matthew McConaughey (True Detective)
Peter Dinklage (Game of Thrones)
Steve Buscemi (Boardwalk Empire)
Woody Harrelson (True Detective)

MELHOR ATRIZ – DRAMA

Claire Danes (Homeland)
Julianna Margulies (The Good Wife)
Maggie Smith (Downton Abbey)
Robin Wright (House of Cards)
Tatiana Maslany (Orphan Black)
Viola Davis (How To Get Away With Murder)

MELHOR ATOR – COMÉDIA

Eric Stonestreet (Modern Family)
Jim Parsons (The Big Bang Theory)
Louis C.K (Louie)
Ty Burrell (Modern Family)
William H. Macy (Shameless)

MELHOR ATRIZ – COMÉDIA

Amy Poehler (Parks and Recreation)
Edie Falco (Nurse Jackie)
Julia Louis-Dreyfus (Veep)
Julie Bowen (Modern Family)
Uzo Aduba (Orange is The New Black)

MELHOR ATOR – TELEFILME/MINISSÉRIE

Adrien Brody (Houdini)
Benedict Cumberbatch (Sherlock)
Billy Bob Thornton (Fargo)
Mark Ruffalo (The Normal Heart)
Richard Jenkins (Olive Kitteridge)

MELHOR ATRIZ – TELEFILME/MINISSÉRIE

Cicely Tyson (The Trip to Bountiful)
Ellen Burstyn (Flowers in The Attic)
Frances McDormand (Olive Kitteridge)
Julia Roberts (The Normal Hear)
Maggie Gyllenhaal (The Honourable Woman)

MELHOR EQUIPE DE DUBLÊS

24 Horas
Boardwalk Empire
Game of Thrones
Homeland
Sons of Anarchy
The Walking Dead

A cerimônia de entrega do SAG Awards acontece no dia 25 de janeiro de 2015

Leia Mais
Crítica: Quebrando Mitos, a autobiografia de Fernando Grostein Andrade diz muito sobre a vida do Brasil com Bolsonaro