Foto: Divulgação/Sony Music.
Foto: Divulgação.

Os Originais do Samba, um dos grupos de samba mais importantes e também mais desconhecidos do Brasil, tem sua discografia relançada no digital. Além de 12 álbuns dos anos 1960, 70 e 80, a gravadora Sony Music lança projeto inédito do grupo.

Formado no Rio de Janeiro na década de 1960 por Mussum, Bidi, Chiquinho, Lelei, Rubão e Bigode, o grupo reunia alguns dos melhores ritmistas de escolas de samba da cidade. Agora toda a discografia da banda, lançada originalmente pela RCA entre 1969 e 1983, está disponibilizada pela primeira vez nos serviços de streaming e download. Esses álbuns juntam-se aos já relançados Os Originais do Samba, de 1969, e O Samba E A Corda, Os Originais A Caçamba, de 1972.

Na seleção que chega ao digital estão sucessos do grupo como “Tá Chegando Fevereiro”, “O Lado Direito da Rua Direita” e “E Lá Se Vão Meus Anéis”, incluindo interpretações de obras de nomes como Jorge Ben, Paulinho da Viola, Hermínio Bello de Carvalho, Ataulfo Alves e Paulo César Pinheiro.

Os álbuns de catálogo chegam ao digital junto a novidades do grupo, cuja formação foi se atualizando ao longo dos anos, mantendo o integrante Bigode, um de seus fundadores. Ontem, Hoje e Sempre é o novo trabalho dos Originais do Samba, celebrando 50 anos de estrada com 13 canções escolhidas a dedo, com direito às participações especiais de Zeca Pagodinho e Reinaldo.

Foto: Divulgação/Sony Music.

Aqui os discos já disponíveis

| Os Originais do Samba
1969

| Os Originais do Samba, Vol. 2
1970

| Samba É De Lei
1970

| Samba Exportação
1971

| O Samba É A Corda, Os Originais A Caçamba
1972

| É Preciso Cantar
1973

| Pra Que Tristeza
1974

| Alegria de Sambar
1975

| Em Verso E Prosa
1976

| Os Bons Sambistas Vão Voltar
1977

| Aniversário do Tarzan
1978

| Clima Total
1979

| Os Originais do Samba
1981

| Canta, Meu Povo, Canta
1983

Leia Mais
Gal Costa: Artistas e políticos prestam homenagens à cantora