Paes lança disco registrado no isolamento com ÁIYÉ, Carabobina e Benke Ferraz

Blue Tree Salvador foi registrado de forma solitária quando ainda morava em São Paulo, antes de se mudar pra Portugal

Foto de Gabriela Krueger.

O músico pernambucano Paes – hoje baseado em Lisboa – lança nesta sexta o quarto disco de estúdio, Blue Tree Salvador (pelo selo Abismmo).

Blue Tree Salvador foi registrado de forma solitária, no home studio do artista, quando ainda morava em São Paulo, antes de se mudar pra Portugal. Entre as participações especiais no trabalho estão ÀIYÉ, Carabobina e o grupo português MURAIS.

MURAIS participa em duas faixas: canta ao lado de Paes e Alejandra Luciani na música “Amaciante”, parceria com Carabonina (banda da Alejandra com Raphael Vaz, dos Boogarins) e toca bateria na canção “Shame”.

Além do português e dos Carabobina, o californiano Al Jamal também está confirmado, bem como Dinho e Ynaiã (Boogarins) e ÀIYÉ: “Foi muito divertido o processo de gravar o disco à distância com tanta gente querida envolvida. Como eu tinha recursos limitados, no que diz a equipamentos de áudio, instrumentos e espaço físico, comecei a imaginar os arranjos das faixas que pediam outros elementos, algumas até a presença de uma ‘banda’. Foi aí que eu comecei a enviar as faixas para várias pessoas em Recife, São Paulo, Lisboa e Los Angeles. Para minha surpresa e felicidade, todas elas toparam e entraram na onda rapidamente”, disse Paes.

O disco pode ser ouvido em todas as plataformas digitais.

Leia Mais
Série documental conta a história do funk, com participação de Ludmilla, Mr Catra, MC Carol e Kondzilla