O palhaço Marmelo lança seu primeiro EP chamado do projeto Ao Amanhecer, Brincar, com incentivo da lei Aldir Blanc. O EP, que contém quatro faixas, já está disponível em todas plataformas digitais como Spotify, Deezer e iTunes. E para o lançamento, o artista gravou dentro da sua própria casa, um pocket show com todas as músicas.

Marcelo Oliveira trabalha como palhaço Marmelo há 11 anos dentro de pediatria de hospitais públicos do Recife e essa relação com as crianças hospitalizadas serviu como inspiração para o artista compor as músicas, que foram gravadas no studio Dnarbrand por Túlio Brand, com produção de Campo de Reinaldo Vinícius. Na equipe do projeto, está  o produtor musical Diogo Leão, responsável pela produção e mixagem de quatro faixas, a cantora Natália Lua como preparadora vocal, o produtor Cadu Sale. Aa gerência e assistência de produção foram realizadas pelo cineasta William Oliveira, que fez a direção de fotografia, still, material gráfico, assessoria de imprensa e a produção executiva do projeto.

“Foi uma experiência incrível, minha cozinha virou uma grande balada, com música autoral, muito jogo de luz e mesa de som. É um show muito visual e lúdico, tem malabares de LED, dragão de tecido de nove metros, figurino com grandes asas de borboleta e muito vento saindo do ventilador para balançar minha peruca”, relata /Palhaço Marmelo.

As músicas têm ritmos recifenses de Brega Funk, Batidão Romântico e Trance. As letras são fiéis ao universo lúdico do palhaço, e suas performances contam com os bonecos que fazem os backing vocals, o jegue Juvenal e a vaca Valquíria, confeccionados pelo bonequeiro Fábio Caio e manipulados pelo também bonequeiro Alex Apolo, que também confeccionou um terceiro boneco, o gabiru Dj Fininho.

Leia Mais
Metá Metá apresenta série de vídeos com repertório no trabalho solo de seus integrantes