Rachel Morrison entrou para a história como a primeira mulher a ser indicada ao prêmio da Associação Americana de Cinematografia (ASC, na sigla em inglês). Ela é diretora de fotografia de Mudbound – Lágrimas Sob o Mississipi, longa da diretora Dee Rees que fala do drama brutal de duas famílias vivendo juntos após a Segunda Guerra Mundial. O longa foi coproduzido pela Netflix e estreia no Brasil dia 15 de fevereiro.

O prêmio dessa associação é o mais importante da categoria e representa uma prévia do Oscar, já que muitos dos votantes também são membros da categoria. Concorrem ainda Blade Runner 2049, O Destino de Uma Nação, Dunkirk e A Forma da Água.

Nos 32 anos de existência desse prêmio da associação dos diretores de fotografia nunca uma mulher tinha sido indicada. O mesmo vale para o Oscar, que nunca indicou uma mulher para esta categoria em mais de 80 anos.

É uma área bastante dominada por homens: apenas 7% dos membros da ASC são do sexo feminino, segundo levantamento do site AVClub. O ASC Awards acontece no dia 15 de fevereiro.

Rachel Morrison já assinou a fotografia de Fruitvale Station: A Última Parada (2013), Cake: Uma Razão Para Viver (2014) e Confirmação, filme da HBO (2016). Ela também é a diretora de fotografia de Pantera Negra, que estreia dia 15 de fevereiro.

Leia Mais
Cantora chilena Claudia Manzo se une ao BaianaSystem em faixa que reforça potência sonora latinoamericana. Ouça “Água Benta”